Lutas

O Troféu Brasil de judô foi finalizado neste domingo, definindo os seus últimos quatro campeões, entre eles dois medalhistas olímpicos. Em Taubaté, os vencedores do ouro foram Mayra Aguiar, Hugo Pessanha, Claudirene Cezar e Rafael Silva. Com esses resultados, o Minas garantiu o título no masculino e no geral, enquanto que no feminino a vitória ficou com o Instituto Reação.

Como já é tradição, o Troféu Brasil reunirá alguns dos maiores nomes do judô nacional em Taubaté, no Vale do Paraíba, em São Paulo, neste final de semana. Entre os 465 atletas de 99 clubes inscritos para a disputa da competição neste ano, estão dez dos judocas convocados pela Seleção Brasileira para os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, que acontecem em julho.

O Brasil conquistou o título do primeiro Desafio Internacional de judô nesta segunda-feira, em Duque de Caxias. Com o placar de 3 a 2, o time do País bateu os equatorianos, precisando da última luta para definir o vencedor da taça do evento.

O nome da mineira Nathália Brígida foi novidade entre os convocados pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ) para a disputa dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. A lista oficial foi divulgada nesta segunda-feira e colocou a estreante na vaga da medalhista olímpica Sarah Menezes, cortada para manter o foco no Campeonato Mundial de Judô, que será realizado em agosto no Cazaquistão.

A judoca Sarah Menezes ficará de fora dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. A informação veio a público nesta segunda-feira com a divulgação da lista dos convocados pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ). O nome da piauiense não está entre os 14 atletas brasileiros que disputarão a competição no Canadá.

Após conquistar uma medalha de ouro e um bronze no Grand Slam de Baku, no Azerbaijão, a Seleção feminina de judô embarcou para Tóquio, no Japão, onde a partir desta terça-feira começa uma nova fase de treinamentos. Na contramão, os homens encerram um período de duas semanas de atividades na Universidade de Ciência Esportiva do Japão e deixarão o país na quinta-feira.

Rochele Nunes (+78kg) foi a judoca brasileira mais próxima de ganhar medalha na madrugada deste domingo, o último dia de competições pelo Grand Slam de Baku, no Azerbaijão. Ela chegou a disputar o bronze, mas acabou projetada em ippon pela turca Belkis Kaya e terminou com o quinto lugar. Samanta Soares (78kg) e Rafael Buzacarini (100kg) também foram ao tatame, mas não conseguiram disputar um lugar no pódio.

O judô brasileiro não ganhou medalhas neste sábado, o segundo dia de competições do Grand Slam de Baku, no Azerbaijão. Ketleyn Quadros (63kg) e Maria Portela (70kg) foram as atletas que mais chegaram perto do feito, porém perderam a disputa pelo bronze e terminaram com o quinto lugar, somando mais 100 pontos para o ranking mundial.

A equipe brasileira começou bem o Grand Slam de Baku, no Azerbaijão, de judô. Nesta sexta-feira, primeiro dia de disputas, Érika Miranda conquistou a medalha de ouro na categoria meio-leve (até 52kg), derrotando na decisão a romena Andreea Chitu com um ippon.

O Brasil não teve um bom desempenho neste sábado no Grand Prix de judô de Zagreb, na Croácia. Os três judocas que representaram o país no dia não conseguiram chegar à disputa por medalhas na competição.

Mais na web