Herói do Palmeiras, Weverton revela confiança para pênaltis decisivos

São Paulo, SP

09-08-2020 22:28:36

Após ser o destaque do Palmeiras no primeiro jogo da final, Weverton se sagrou um dos heróis do título paulista com duas defesas nas penalidades, nas batidas de Michel Macedo e Cantillo. Em entrevista exclusiva ao Mesa Redonda, da TV Gazeta, o goleiro palmeirense falou sobre como chegou para decisiva disputa de pênaltis.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

“Eu estava muito confiante porque tinha me preparado muito bem para esses dois jogos, principalmente em relação aos pênaltis. Eu tinha estudado muito. Vi muito os tipos de pênaltis que o Jô batia. Tinha muito pênalti dele para analisar, tanto que foi por detalhes que eu não peguei. Aquele é o canto de confiança dele, tanto que no segundo pênalti ele bateu ali de novo, mas com muito mais potência, porque viu que eu quase peguei o primeiro”, declarou.

Segundo Weverton, a confiança não estava apenas nele, mas também nos jogadores de linha, que tiveram pela frente o goleiro Cássio, outro especialista em defender cobranças de pênaltis. O arqueiro palmeirense elogiou também a concentração do elenco.

“Mas eu estava muito confiante porque a nossa equipe também nunca mostrou fraqueza emocional. Estava todo mundo confiante, sabendo que tinha capacidade de ir lá e encarar mesmo tendo um grande goleiro do outro lado, com histórico de pegar pênaltis. A gente foi muito concentrado e eu estava em uma noite importante para ajudar o Palmeiras a sair campeão”, completou.


É o segundo título do goleiro pelo Verdão e também a segunda vez em que o arqueiro se destaca em uma final decidida nos pênaltis. Nas Olimpíadas do Rio-2016, o goleiro - que substituiu o então titular do Palmeiras Fernando Prass - também brilhou na decisão contra a Alemanha.

Em 2018, após passagem de cinco anos no Athletico-PR, foi contratado pelo Alviverde. Ao longo do Campeonato Brasileiro, o goleiro venceu a disputa com Prass e Jaílson e assumiu de vez a titularidade. No fim da temporada, venceu o torneio nacional pelo Verdão, ficando 884 minutos sem ser vazado durante a competição.

Desde sua chegada, são 109 jogos com a camisa alviverde, 20 nesta temporada.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Preleção agitada
O goleiro e Felipe Melo discursaram para o elenco antes do Derby decisivo. Weverton insistiu na ideia de que os jogadores deveriam encarar aquele como o dia mais importante da vida deles.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

"Hoje é o dia mais importante das nossas vidas. Tem gente aqui que já jogou Copa do Mundo, Libertadores, Brasileiro, mas hoje é o dia mais importante nas nossas vidas. É o dia da gente entrar para a história, olha essa parede aí, nós queremos ter uma foto também ali", contou, apontando para a parede do vestiário palmeirense, repleta de imagens de times campeões ao longo da história.

"Não deixe escapar a oportunidade, poucos chegam em finais e nós chegamos; por mérito, competência e trabalho. Agora tem que usufruir, aproveitar, ser feliz e voltar para casa e ser feliz com os nossos familiares. Mentaliza isso, vai para o campo mentalizando, porque nós temos capacidade", encerrou o discurso.

Também ao Mesa Redonda, Weverton falou sobre assumir o papel de líder junto a Felipe Melo, e também enfatizou a importância do discurso no vestiário para motivar os seus companheiros e buscar o título paulista em cima do maior rival.

“Foi um momento muito especial porque a gente acaba assumindo um pouco dessa liderança no vestiário, para motivar os companheiros. E a gente sabia que era uma oportunidade única. Não é todo dia que a gente ganha em cima do rival. São oportunidades que não podem escapar. Era uma chance de marcar nosso nome na história e assim foi", relembrou Weverton.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?