Palmeiras bate Corinthians nos pênaltis após ceder empate nos acréscimos e sai da fila no Paulista

Bruno Ceccon - São Paulo,SP

08-08-2020 18:48:09

De maneira dramática, o Palmeiras conquistou a edição de 2020 do Campeonato Paulista na tarde deste sábado. Derrotado pelo Corinthians na tumultuada decisão de 2018, o time dirigido por Vanderlei Luxemburgo venceu a revanche contra o arquirrival ao ganhar nos pênaltis por 4 a 3 após empate por 1 a 1 no tempo normal.

Em um primeiro tempo de poucas emoções, Willian chutou para grande defesa de Cássio. Na etapa complementar, após cruzamento de Matias Viña, Luiz Adriano marcou de cabeça. Jô empatou de pênalti nos acréscimos e, nas cobranças, o jovem Patrick de Paula converteu o gol que garante o primeiro título estadual do Palmeiras desde 2008.

Os finalistas do Campeonato Paulista estrearão já na segunda rodada do Brasileiro, uma vez que os primeiros jogos acabaram adiados. Às 19h15 (de Brasília) de quarta-feira, o Corinthians enfrenta o Atlético-MG, no Mineirão. Já o Palmeiras pega o Fluminense às 21h30 do mesmo dia, no Maracanã.


O Jogo - A única chance de gol do primeiro tempo foi criada pelo Palmeiras logo no começo. Zé Rafael recebeu de Luiz Adriano pela esquerda e se enrolou com marcação, mas conseguiu cruzar. Willian completou com um chute forte e Cássio fez grande defesa.

Em uma saída errada de Zé Rafael com Matias Viña pela esquerda, Luan recuperou a bola, avançou pelo meio e tocou para Jô por trás da zaga. O atacante bateu na saída de Weverton e chegou a mandar a bola para as redes no rebote, mas a arbitragem marcou impedimento corretamente.

Palmeiras e Corinthians fizeram um primeiro tempo equilibrado e praticamente dividiram a posse de bola. No entanto, com os dois times jogando sem correr grandes riscos, os goleiros Weverton e Cássio não tiveram muito trabalho até o final a etapa inicial.

Com Bruno Henrique e Rony nos lugares de Gabriel Menino e Ramires, o Palmeiras conseguiu abrir o marcador no Allianz Parque logo aos 3 minutos do segundo tempo. Matias Viña cruzou da esquerda e Luiz Adriano subiu para cabecear no canto direito de Cássio.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Em desvantagem no marcador, o Corinthians teve dificuldades para articular boas oportunidades de empate. Na metade do segundo tempo, o time visitante pediu pênalti em lance envolvendo Marcos Rocha e Jô, mas o árbitro Luiz Flavio de Oliveira mandou seguir.

O Corinthians ficou em situação ainda mais complicada quando Tiago Nunes precisou tirar o lesionado Fagner para a entrada de Michel Macedo. Nos acréscimos, Gustavo Gomez cometeu pênalti sobre Jô. Na cobrança, o próprio centroavante empatou o jogo.

Na decisão por pênaltis, Danilo Avelar, Sidcley e Jô converteram para o Corinthians. Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Patrick de Paula converteram para o Palmeiras. Michel Macedo e Cantillo foram parados por Weverton. Apenas Bruno Henrique errou diante de Cássio. Assim, o time da casa ganhou por 4 a 3.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 (4) x (3) 1 CORINTHIANS

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 8 de agosto de 2020, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Cartões amarelos: Rony, Patrick de Paula e Lucas Lima (PAL); Gil e Gabriel (COR)
Gol:
PALMEIRAS: Luiz Adriano, aos 3 minutos do 2º Tempo. Nos pênaltis, Raphael Veiga, Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Patrick de Paula. Bruno Henrique errou.
CORINTHIANS: Jô, aos 50 minutos do 2º Tempo. Nos pênaltis, Danilo Avelar, Sidcley e Jô. Michel Macedo e Cantillo erraram.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Gustavo Gomez e Matias Viña; Ramires (Rony), Gabriel Menino (Bruno Henrique) e Patrick de Paula; Zé Rafael (Raphael Veiga), Willian (Lucas Lima) e Luiz Adriano (Gustavo Scarpa)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Michel Macedo), Gil, Danilo Avelar e Carlos (Sidcley); Gabriel (Cantillo), Éderson, Ramiro (Araos), Luan e Mateus Vital (Everaldo); Jô
Técnico: Tiago Nunes

Deixe seu comentário