Régis marca no fim e Corinthians vence o Vila Nova no Serra Dourada

São Paulo , SP
04/07/2019 23:26:10 — 05/07/2019 00:57:35

Em: Brasileiro Série A, Brasileiro Série B, Corinthians, Escolha do editor, Futebol, Vila Nova-GO

O Corinthians não teve uma grande atuação, mas ao menos viu o resultado do seu segundo amistoso na parada para a Copa América ser melhor na noite desta quinta-feira. Diante de um empolgado – até demais – Vila Nova, o Timão sobreviveu a momentos de pressão do adversário, abriu o placar quando era pior e encontrou um gol nos acréscimos para fazer 2 a 1 no Serra Dourada. Love e Régis marcaram para os alvinegros, enquanto Richard fez o do Vila.

O curioso é que o autor do tento da vitória havia sido substituído no intervalo, mas voltou ao gramado porque não havia mais opções quando Janderson saiu lesionado. Os comandados de Fábio Carille fazem sua terceira partida amistosa contra times da Série B no domingo. O embate contra o Londrina está marcado para o estádio Willie Davids, em Maringá, às 11h (de Brasília).

A volta do calendário oficial será na semana que vem, quando o Timão retoma sua campanha no Campeonato Brasileiro. Décimo colocado na competição nacional, com 12 pontos conquistados, o Alvinegro encara o CSA no dia 14 de julho, na Arena.

Jogo ruim, gol esquisito

O primeiro tempo da partida no Serra Dourada pouco mostrou de evolução da equipe do Corinthians. Sem intensidade na marcação, não conseguiu recuperar a bola no campo de ataque e deu bastante espaço na entrada da sua área, permitindo a circulação dos meias sem incomodá-los. O resultado disso foram dois chutes perigosos ao gol de Walter em menos de dez minutos, defendidos com segurança por Walter.

Pedrinho tentou recuar para pegar mais na bola e dar uma saída de qualidade à equipe, mas a forte marcação dos donos da casa, muito mais intensos, impossibilitou qualquer jogada de perigo dos corintianos. A sorte alvinegra foi que, apesar da maior posse de bola e de o adversário rondar sua área, ainda é difícil o adversário do Timão conseguir boas finalizações.

Quando parecia que o placar ficaria zerado até o intervalo, no entanto, Walter entrou em ação também com os pés e deu belo lançamento para Vagner Love. O camisa 9 aproveitou falha de Diego Jussani, escorregou ao tentar driblar o goleiro e viu Rafael Santos cair ao tentar travar o lance. A reação foi rápida, levantando, driblando Wesley Matos e mandando para o gol do Vila.

Régis saiu, voltou e fez o gol da vitória (Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians)

A volta de quem foi

O Alvinegro voltou para o segundo tempo com um time totalmente diferente daquele que encerrou a etapa inicial. Aproveitando-se disso e com apenas duas mudanças pontuais, os donos da casa foram para cima, pressionando desde o primeiro minuto. O resultado veio rapidamente, com Ramon achando Mateus Anderson na área. O meia chutou, Caíque defendeu e Richard, sem goleiro, empurrou para a rede.

Os goianos quase viraram em dois chutes perigosos defendidos por Caíque, mas não conseguiram manter o ritmo após os 20 minutos. Mateus Vital conseguiu ficar mais com a bola na frente e deixou a zaga menos pressionada, dando a chance de outros atletas aparecerem. Janderson, pela direita, e Matheus Jesus, pela esquerda, apareceram e foram boas opções ofensivas.

O duelo teve seu momento truncado, com discussões e divididas excessivas pelo lado do Vila Nova, que culminaram na expulsão de Joseph por braçada em Jesus e na substituição de um machucado Janderson, promovendo o retorno de Régis ao gramado. O canhoto, por sinal, apareceu como decisivo: depois de cruzamento de Carlos, mandou de cabeça no ângulo de Rafael Santos para decretar o 2 a 1.

FICHA TÉCNICA
VILA NOVA 1 X 2 CORINTHIANS

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: Quinta-feira, dia 04 de julho de 2019
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Breno Souza (GO)
Assistentes: Cristhian Passos (GO) e Adaílton Fernando (GO)
Cartões amarelos: Felipe Rodrigues e Sávio (Vila Nova)
Cartão vermelho: Joseph (Vila Nova)
Gols:
VILA NOVA: Mateus Anderson, aos sete minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Vagner Love, aos 39 minutos do primeiro, e Régis, aos 47 minutos do segundo tempo

VILA NOVA: Rafael Santos; Jeferson (Felipe Rodrigues), Wesley Matos (Sàvio), Diego Jussani e Gastón Filgueira (Hélder); Joseph, Ramon (Araújo), Mateus Anderson (Facundo Boné), Alan Mineiro (Magno) e Bruno Mota (Elias); Richard (Erick)
Técnico: Eduardo Baptista

CORINTHIANS: Walter (Caíque); Bruno Méndez (Daniel Marcos), Manoel (Marllon), Henrique (João Victor) e Danilo Avelar (Carlos); Ralf (Gabriel), Júnior Urso (Matheus Jesus) e Pedrinho (Sornoza); Régis (Janderson) (Régis), Vagner Love (Mateus Vital) e Mauro Boselli (João Celeri)
Técnico: Fábio Carille




×
Quer receber notícias do Corinthians?