Gazeta Esportiva

Mateus Vital elogia dupla de ataque do Corinthians e promete: "Gol vai sair"

Marina Bufon - São Paulo,SP

03/10/22 | 06:00

De negociável a recebedor de chances sequenciais, Mateus Vital tem sido uma peça de reposição importante para o elenco do Corinthians, entrando principalmente nos segundos tempos dos jogos. Diante do Cuiabá, no último sábado, fez sua melhor aparição até agora, quando teve duas chances claras de abrir o marcador.

Aos 35 minutos da etapa complementar, depois de ter entrado no lugar de Yuri Alberto, Vital recebeu pela esquerda, carregou a bola e chutou, batendo na defesa. No rebote, Ramiro pegou sem jeito e quase fez de cobertura, mas o goleiro João Carlos ficou com a bola.

Pouco depois, Vital e Guedes tabelaram em bonito lance na entrada da área, mas ele acabou bloqueado. O jogador elogiou o camisa 10, que vive grande fase.

"A devolução do Guedes foi perfeita, tentei dominar a bola para ter mais ângulo e poder chapar, mas infelizmente ela ficou muito próxima do meu corpo, eu tentei chutar, fui travado na hora. Foi uma boa jogada, poderia ter saído o gol, mas infelizmente não saiu. Esse gol vai sair, se Deus quiser", disse o jogador na zona mista após o triunfo.


Por falar em Guedes, Mateus Vital destacou o ataque corintiano, que está calibrado com o camisa 10 e também Yuri Alberto. Os dois vêm tendo grandes atuações individuais e coletivas, ao lado de Renato Augusto, que deu as duas assistências para a vitória sobre o Dourado.

E MAIS: Vital elogia trabalho de Vítor Pereira no Corinthians: "Dispensa comentários"

"É um privilégio poder jogar com esses caras, são de extrema qualidade, craques de bola, então facilita pra gente, à medida que a gente vai entrando, vai tendo oportunidade de estar com eles, com o Renato também, que dispensa comentários, é muito bom estar disputando e jogando ao lado deles", comentou.

Mateus Vital disputou, até agora em seu retorno, todos os jogos possíveis, ou seja, nove partidas, dois deles como titular. Contra o Cuiabá, deu 24 passes certos e apenas um errado, duas finalizações, um drible e uma interceptação errada.

O jogador foi adquirido pelo Corinthians em 2018 por R$ 6,8 milhões, vindo do Vasco, e chegou a se destacar na temporada de 2020 com o técnico Vagner Mancini, mas, sem se firmar por completo no time, acabou emprestado ao Panathinaikos na temporada 2021/2022. Na Grécia, participou de 40 partidas e marcou três gols.

Deixe seu comentário