Andrés apoia saída de Edu e critica decisões da diretoria do Corinthians

São Paulo, SP

17-10-2016 10:15:04

Afastado da política corintiana, o ex-presidente Andrés Sanchez fez diversas críticas às decisões tomadas pelo presidente Roberto de Andrade nos últimos anos. Ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, o deputado federal (PT-SP) também manifestou apoio à demissão de Eduardo Ferreira, que deixou a diretoria alvinegra após a contratação de Oswaldo de Oliveira.

Edu decidiu entregar o cargo após o presidente ter contratado o novo treinador sem consultá-lo. Para Andrés, não havia mais clima para o ex-dirigente seguir no clube. "Contrataram um técnico sem o diretor saber. Ele tinha mesmo que sair. É um grande dirigente, mas houve uma falha de comunicação que levou a isso", afirmou.

Andrés acredita que a saída de Edu é mais um erro no planejamento traçado pela diretoria corintiana. "O presidente precisa dar atenção ao sócio, isso não acontece desde 2013. Nós não poderíamos ter contratado tantos jogadores. O [Alexandre] Pato, o próprio Renato Augusto, que ficou 2 anos ganhando 500 paus por mês e jogou só os últimos quatro meses", analisou.

Com as derrotas sofridas nos bastidores e o final do grupo político do qual fazia parte, Andrés disse que ficará fora do clube nos próximos anos. "São muitas decepções", afirmou. Contudo, o ex-presidente se colocou à disposição de Andrade.

"Não existe um esfriamento com o Roberto, não conversamos há 2 meses. Mas estou aqui para o que puder ajudá-lo, assim ele querendo. Acho que acabou o ciclo", concluiu.

Deixe seu comentário