Futebol/Copa do Mundo

Novamente em alto nível, Neymar é trunfo do Brasil contra a Bélgica

São Paulo , SP
06/07/2018 08:42:33 — 06/07/2018 11:29:35

Em: Brasil, Copa do Mundo, Futebol
Neymar é a grande arma da Seleção Brasileira para superar a forte geração belga (Foto: SAEED KHAN/AFP)

Após um início um tanto quanto frustrante na Copa do Mundo, Neymar parece já ter reencontrado suas melhores condições. Vindo de longos três meses sem atuar, o jogador enfrentou dificuldades no início do torneio, porém, na última segunda-feira, contra o México, deu amostras de sua melhor versão, participando dos dois gols da vitória que culminou na classificação do time canarinho para as quartas de final.

A comissão técnica já havia previsto que Neymar voltaria ao seu ápice das formas física e técnica nas oitavas de final da Copa do Mundo. O jogador fez sua primeira partida após a fratura no quinto metatarso do pé direito no último dia três de junho. De lá para cá, ele fez apenas quatro jogos atuando por 90 minutos.

“Não precisa ser muito capacitado para saber que o Neymar teria seu desempenho e desenvolvimento. Nós acompanhamos, o Ricardo [Rosa, preparador físico] acompanhou muito. Ele sabe o preço que ele pagou para chegar aqui, os momentos dos quais ele se privou para investir nessa evolução. Com uma sequência de jogos, eu sabia que ele iria retomar o alto nível pela experiência que tive como atleta. Ele foi mais rápido, porque é um jogador de excelência”, comentou o técnico Tite.

Apesar de sua evolução ao longo desta Copa do Mundo, Neymar vem sendo alvo de manchetes não pelo seu futebol, mas por seu comportamento dentro das quatro linhas. Tido como um atleta que costuma simular faltas na tentativa de fazer com que o árbitro advirta seus adversários com um cartão amarelo, o jogador brasileiro foi defendido pelo treinador da Seleção Brasileira mais uma vez.

“Eu já me manifestei a respeito do Neymar. A quem falou, que veja, que olhe nos vídeos. O que me interessa é ele voltar a estar em alto nível de novo. Não só com bola, com dribles, mas também com ações em transições defensivas. Se vocês buscarem, vocês vão ver o quanto ele tem participado em termos coletivos, vão ver esse senso de equipe que ele vem desenvolvendo”, concluiu Tite.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Veja outras reportagens, notícias e opiniões sobre Brasil x Bélgica:

– Vilão do 7 a 1, Fernandinho vira titular contra melhor ataque na Rússia

– Lesionado, Danilo está fora da Copa, mas permanecerá com a Seleção

– Técnico da Bélgica vê tabu em Copas como “barreira psicológica”

– Confira as opiniões dos blogueiros da Gazeta Esportiva sobre a partida

– Falando português, Lukaku defende Neymar: “Ele não é ator. É habilidoso”

– Blogueiro da Gazeta Esportiva analisa rival após visitar a Bélgica

– Carrasco do Brasil, Henry ajuda Bélgica a encontrar caminho do gol

– Relembre o único confronto entre Brasil e Bélgica em Copas

– Protagonistas no Chelsea, Willian e Hazard travam duelo nas quartas

– Brasil e Bélgica confrontam defesa menos vazada com melhor ataque

– Brasil encara melhor geração belga por vaga na semifinal da Copa

– Solidez defensiva e eficiência: o que o Brasil perde sem Casemiro

– Atacantes brasileiros não têm sucesso contra o goleiro Courtois

– Brasil quer superar recente “tabu europeu” em quartas de final

– Árbitro da final da Liga dos Campeões apitará duelo entre Brasil e Bélgica

Ads – Rodapé Posts