Gazeta Esportiva |

Comitê Organizador garante ajuda na despoluição da Baía

Em Bastidores, Mais Esportes, Olimpíadas 2016
Publicado em 27/02/2015 14:29:00 Compartilhe
GazetaEsportiva.net - Rio de Janeiro , RJ

Os integrantes do Comitê Executivo do COI (Comitê Olímpico Internacional) continuam sua visita ao Rio de Janeiro, palco dos próximos Jogos Olímpicos em 2016. Nesta sexta feira, os membros da entidade máxima do esporte olímpico mundial pressionaram o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos a ajudar das obras de despoluição da Baía de Guanabara, que receberá as competições de vela. O presidente do órgão, Carlos Arthur Nuzman, garantiu o auxílio.

“Nós acompanharemos e incentivaremos a melhoria na qualidade da água. Podemos ajudar, e assim que tivermos mais detalhes sobre como ajudar, vamos anunciar”, declarou.

O comitê deve investir em ações que colaborem com a campanha de conscientização da população para não jogar lixo na própria baía ou em rios da região. Além disso, o órgão deve pedir ao governo do estado a compra de mais barcos – atualmente são 10 – de limpeza das águas.

Na semana que vem, uma reunião deve definir o planejamento do comitê para ajudar o governo a atingir a meta. Atualmente, as águas têm apenas 17% de nível de despoluição, o que pode tornar a prática da vela inviável. Na segunda-feira, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, admitiu que, até os jogos, a meta de 80% pode não se alcançada. “Sair de 17% para 49% já será um grande avanço”, comentou.

Carlos Nuzman, presidente do comitê organizador dos jogos, garantiu
Carlos Nuzman, presidente do comitê organizador dos jogos, garantiu “judar como pode” na despoluição da Baía (Foto: Ivo Lima/ME) – Credito: Divulgação

Comente