Gazeta Esportiva |

Chuva, quedas e pista levam ao cancelamento do evento-teste de BMX

Em Ciclismo, Mais Esportes, Olimpíadas 2016
Publicado em 04/10/2015 19:44:18 Compartilhe
São Paulo , SP
O circuito de BMX apresentou diversos problemas e o evento-teste acabou sendo cancelado (Foto: André Motta/Brasil 2016)
O circuito de BMX apresentou diversos problemas e o evento-teste acabou sendo cancelado (Foto: André Motta/Brasil 2016)

Adiado para este domingo, o evento-teste das Olimpíadas de 2016 de ciclismo BMX foi cancelado. Após a pista do Parque Radical de Deodoro, no Rio de Janeiro, ter sido criticada pelos atletas por ser considerada perigosa, o percurso foi prejudicado pela chuva, além do acidente de dois ciclistas, que se machucaram por causa de quedas.

Os ciclistas haviam recusado a treinar na pista pela falta de segurança na sexta-feira. Depois disso, os atletas se reuniram com os organizadores e exigiram que o percurso sofresse algumas modificações. Com este problema, o evento-teste não foi realizado no sábado, deixando tudo para o domingo.

Com pouco tempo para as mudanças, a areia colocada na pista não ficou o suficiente para ficar compactada e, com isso, o percurso masculino não foi utilizado. A partir disso, os homens foram obrigados a utilizar o circuito feminino.

As fortes chuvas atrapalharam o evento-teste e interromperam diversas vezes sua realização. Mas o pior da competição foram as quedas. Os brasileiros Bianca Quinalha –com suspeita de fratura no punho direito – e Rogério dos Reis – com suspeita de fratura nas costelas – foram levados ao hospital após caírem no circuito. Com isso, a prova foi cancelada.

Segundo o Comitê Organizador Rio 2015 informou, a pista do Parque Radical de Deodoro foi construída por uma empresa credenciada. A entidade também divulgou que a Federação Internacional de Ciclismo aprovou o circuito.

Comente