Tabárez tem "dúvidas" sobre início das Eliminatórias Sul-Americanas em outubro

AFP - São Paulo,SP

08-09-2020 22:34:14

O técnico da seleção uruguaia, Óscar Tabárez, expressou nesta terça-feira suas "dúvidas" sobre o início das Eliminatórias Sul-Americanas em outubro e referiu-se às incertezas sobre os destinos de Luis Suárez e Edinson Cavani em seus clubes.

"Começamos a nos reunir com base nesse calendário. Agora, se vai se concretizar ou não, tenho minhas dúvidas", disse Tabárez em entrevista à rádio local Sport 890, referindo-se à lista de jogos publicada nesta sexta-feira pela Fifa, que ratificou o início das eliminatórias sul-americanas para o dia 8 de outubro.


"Acho que ainda há incertezas e há muitas coisas que gostaria de saber como vão ser implementadas", disse o técnico sobre as medidas de saúde que os países da Conmebol devem adotar, lembrando que no Uruguai a evolução da pandemia covid-19 está "em uma situação comparativamente favorável."

"É preciso ver qual é a realidade quando está acontecendo (...) Para nós é muito diferente jogar aqui" do que visitar outros países "onde há maior risco de contágio", acrescentou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Tabárez, de 73 anos e comandante da Celeste desde 2006, também foi perguntado sobre as situações de Suárez e Cavani, que ainda não sabem em que clube jogarão na próxima temporada, e a possível falta de ritmo de jogo.

"O caso do Suárez não me preocupa muito. Até muito pouco tempo atrás ele estava jogando a Liga Espanhola, a Liga dos Campeões e agora surgiu uma coisa que ele iria sair, mas está treinando no Barcelona. E se outro time o contrata, ele vai para outro equipe", analisou.

Por isso, garantiu que não acredita que "dentro de um mês, se começarem as eliminatórias, haverá um problema com Suárez".

A situação de Cavani "é outra", admitiu. A última atuação profissional do atacante foi no dia 11 de março, em jogo entre o Paris Saint-Germain e o Borussia Dormand. Dias depois desembarcou no Uruguai, onde permaneceu em quarentena por cinco meses, quando terminou seu contrato com o PSG. Desde então, há muitos rumores, mas nada de concreto sobre seu futuro clube.

Cavani "já vinha com uma atividade irregular no nível da sua participação, na última etapa em que tinha para disputar com o PSG ele não estava lá e depois não teve a oportunidade de treinar com uma equipe", resumiu Tabárez.

"Em algum momento sim (...) teremos que conversar não só com Cavani, mas com outros jogadores sobre como está a situação no momento, já pensando na possível data de reinício das eliminatórias.", finalizou.

Deixe seu comentário