Corinthians se reúne com FPF para pedir à Conmebol punições ao Boca Juniors

Tiago Salazar e Marina Bufon - São Paulo,SP

20/05/22 | 13:18

O Corinthians vai protocolocar dois ofícios à Conmebol, em conjunto com a Federação Paulista de Futebol (FPF), em relação ao jogo contra o Boca Juniors, que terminou empatado em 1 a 1 na última terça-feira, na Bombonera. Na ocasião, houve mais um caso de injúria racial e torcedores tiveram problemas com a entrada no estádio.

Segundo apurado pela Gazeta Esportiva, o presidente Duilio Monteiro Alves se reuniu com Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, e haverá, portanto, um ofício cobrando punições ao clube xeneize.

Antes da partida entre Boca e Corinthians, um torcedor do clube argentino aparece imitando um macaco direcionado aos corintianos presentes no estádio da Bombonera. Outros vídeos circulando na internet mostram outros torcedores fazendo o mesmo.

O gesto foi o mesmo realizado por um torcedor do Boca na Neo Química Arena, no primeiro duelo entre as equipes na Libertadores de 2022. Na ocasião, Leonardo Ponzo foi detido pela Polícia Militar e teve sua fiança paga pelo Consulado da Argentina no dia seguinte.


Vale mencionar que, na mesma época, outros clubes brasileiros sofreram injúria racial, casos de Fortaleza, em duelo contra o River Plate; Flamengo, contra a Universidad Católica; Palmeiras, contra o Emelec, e RB Bragantino, contra o Estudiantes.

Diante disso, a Conmebol oficializou punições mais severas em casos de racismo e injúria racial. A entidade anunciou, no início da maio, a modificação do artigo 17 do Código Disciplinar, endurecendo as punições dadas aos clubes denunciados.

Agora, a multa mínima aplicada aos times passa de U$ 30 mil (R$ 150 mil) para U$ 100 mil (R$ 500 mil). Além disso, os times poderão ser punidos jogando sem torcida ou parte dela em duelos em casa.

Já em relação aos problemas com o ingresso de torcedores no estádio, o próprio Corinthians já havia se posicionado após o jogo. Alguns corintianos só conseguiram assistir ao segundo tempo da partida por problemas na escolta e/ou revista. O próprio Herói Vicente, diretor jurídico do clube, passou pela mesma situação.

O Corinthians está se preparando para enfrentar o São Paulo, no próximo domingo, às 16h (de Brasília), em Majestoso a ser disputado na Neo Química Arena. O duelo vale a liderança do Brasileirão, já que o Timão é o primeiro colocado, com 13 pontos, e o rival é o terceiro, com 11. O Atlético-MG, que está na segunda colocação, já tem sete jogos disputados.

Pela Libertadores, o Timão é o segundo colocado do grupo E, já que o Deportivo Cali venceu o Always Ready na última quinta-feira. O último duelo do clube, aliás, será contra os bolivianos, na próxima quinta, na Arena, às 21h (de Brasília).

Deixe seu comentário