CBF confirma Engenhão para amistoso entre Brasil e Colômbia

19/12/2016 13:00:56 — 19/12/2016 13:01:35

Em: Brasil, Colômbia, Futebol, Futebol Internacional

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou nesta segunda-feira que o Estádio Nilton Santos, o popular Engenhão, no Rio de Janeiro, será o palco do amistoso beneficente entre Brasil e Colômbia, marcado para o dia 25 de janeiro de 2017, às 21h45 (de Brasília).

O propósito do duelo é reverter a renda dos ingressos para as famílias dos jogadores e membros da comissão técnica da Chapecoense mortos no acidente aéreo do último dia 29, nos arredores de Medellín. A venda dos bilhetes está prevista para iniciar no dia 9 de janeiro.

Para essa partida, o técnico Tite convocará apenas os jogadores que atuam no futebol brasileiro, que tem seu calendário oficial iniciado apenas no início de fevereiro, com os campeonatos estaduais.

O Estádio Nilton Santos será o palco do amistoso entre Brasil e Colômbia (Foto: Wagner Meier/ Botafogo)
O Estádio Nilton Santos será o palco do amistoso entre Brasil e Colômbia (Foto: Wagner Meier/ Botafogo)

“Por não se tratar de uma data Fifa, vamos trabalhar com jogadores de times brasileiros, até para não constranger um clube ou jogador que tenha de negar a convocação por conta de campeonatos em andamento. É uma partida organizada por um motivo muito específico, e espero que possamos ajudar essas famílias que tiveram um perda tão grande”, esclareceu o coordenador de Seleções, Edu Gaspar.

Além de ajudar as famílias das vítimas, o amistoso servirá para Tite testar alguns atletas que não foram utilizados nos seis jogos em que esteve à frente da Seleção Brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

“Claro que é um partida com um caráter especial, mas vamos aproveitar para observar mais de perto alguns jogadores que não tiveram oportunidade em outras convocações. Será um bom laboratório para tirarmos algumas dúvidas”, concluiu Tite.

A Colômbia foi a escolhida para enfrentar o Brasil em função da solidariedade que seu povo prestou a todos os envolvidos com o acidente do avião da Chapecoense. No dia 30 de novembro, data da primeira final da Copa Sul-Americana, os colombianos lotaram o Estádio Atanasio Girardot no horário em que seria realizada a partida e homenagearam os atingidos pela tragédia.