Delbonis e Gonzáles vencem algozes de brasileiros e são bicampeões do Brasil Open

Fernanda Lucki Zalcman* - São Paulo,SP

02-03-2019 19:03:30

Delbonis e Gonzales são bicampeões do Brasil Open (Foto: Alexandre Carvalho/DGW Comunicação)

Pelo segundo ano consecutivo, o troféu de duplas do Brasil Open vai para a Argentina. Defendendo o título, Federico Delbonis e Máximo Gonzales entraram em quadra neste sábado para encarar os britânicos Luke Bambridge e Jonyy O’Mara, algozes e Bellucci e Rogerinho na semifinal. E com certa tranquilidade, os sul-americanos confirmaram o favoritismo e venceram a partida em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/3.

O começo de ano de Máximo Gonzales, inclusive, vem sendo incrível. Este é seu terceiro título em 2019, cada um com um parceiro diferente: ATP 250 de Buenos Aires, com Horácio Zeballos e Rio Open, com Nicolas Jarry. No total, Gonzales, de 35 anos, soma seis troféus no currículo, todos de duplas.

"Muito feliz por essa semana com Fed (Federico). Poder jogar outra vez com ele, que é um amigo fora da quadra também é ótimo e isso se transmite no jogo. Estou vivendo o melhor momento da minha carreira", celebrou Gonzalez.

Veja também:

Pella vence campeão do Rio Open e faz final sul-americana em São Paulo

Garin bate algoz de Monteiro, faz 1ª final de ATP e pode quebrar jejum chileno

Para Delbonis, o resultado não é menos importante. Em 2014, o argentino foi o grande campeão de simples do Brasil Open, conquistando seu primeiro título ATP. Cinco anos depois, ele levanta outra taça na capital paulista, sua primeira disputando a chave de duplas.

"A química é muito bom. Foi o melhor resultado que tivemos e fico contente de ter defendido o título e seguir invicto como dupla. E eu ainda seguir invicto em São Paulo", comemorou Delbonis.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário