Gazeta Esportiva

Argentino Schwartzman é eliminado na primeira fase do US Open; Pliskova avança

AFP - São Paulo,SP

31/08/20 | 18:26

O tenista argentino Diego Schwartzman, número 13 no ranking da ATP, foi eliminado nesta segunda-feira na primeira rodada do Aberto dos Estados Unidos pelo britânico Cameron Norrie em uma longa partida na qual desperdiçou uma vantagem que tinha de dois sets a zero.

(Foto: Matthew Stockman / Getty Images / AFP)

Schwartzman, que sofreu problemas no pulso no último set, perdeu por 3-6, 4-6, 6-2, 6-1 e 7-5 para Norrie, número 76 do mundo, em três horas e 58 minutos no complexo sem espectadores de Flushing Meadows, em Nova York.

Depois de vencer os dois primeiros sets, parecia que o tenista de Buenos Aires venceria o duelo em quadra rápida, mas o britânico começou a fazer estragos no terceiro set com seu saque. Foram 11 aces em toda a partida contra 1 de Schwartzman.

Os erros de Schwartzman (8 duplas faltas) prolongaram a partida até o quinto set, que começou com o argentino quebrando duas vezes o serviço de Norrie.

No entanto, com 4-3 a seu favor no último set, Schwartzman precisou de um atendimento para um problema o pulso esquerdo após um escorregão. De volta à quadra, Norrie virou o placar e venceu o set final por 7-5 contra um frustrado Schwartzman.

O britânico vai enfrentar na segunda fase o também argentino Federico Coria (nº 103 da ATP) que, em sua estreia em um Grand Slam aos 28 anos, venceu o taiwanês Jason Jung (nº 122) que precisou abandonar no quinto set.

Pliskova avança sem dificuldades

No feminino, a tcheca Karolina Pliskova (nº 3 do ranking da WTA) venceu com facilidade a ucraniana Anhelina Kalinina (nº 145) por 6-4 e 6-0.

Pliskova é a primeira cabeça-de-chave do torneio na ausência da australiana Ashleigh Barty e da romena Simona Halep, que desistiu devido aos riscos da pandemia.

Por seu lado, a alemã Angelique Kerber (N. 23), vencedora do US Open em 2016, também avançou ao vencer por 6-4 e 6-4 a australiana Ajila Tomljanovic (N. 59) em Flushing Meadows sem a presença do público.

"As condições são estranhas, sentimos falta dos fãs", reconheceu a francesa Kristina Mladenovic após sua vitória por 7-5 e 6-2 sobre a americana Hailey Baptiste.

O US Open é o primeiro torneio do Grand Slam realizado desde a retomada dos circuitos ATP e WTA, após meses de hiato devido à pandemia do coronavírus.

(Foto: Al Bello / Getty Images North America / Getty Images via AFP)

Deixe seu comentário