Gazeta Esportiva |

Scheidt é confirmado pela CBVela em 2016: “Orgulho muito grande”

Em Mais Esportes, Olimpíadas 2016
Atualizado em 13/08/2015 - 18:28:21 Compartilhe
São Paulo , SP

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) confirmou mais dois classificados aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro na tarde desta quinta-feira. Robert Scheidt (Laser Standard) e Fernanda Decnop (Laser Radial) estão oficialmente selecionados para o evento.

Maior atleta olímpico do Brasil, Scheidt contabiliza cinco medalhas. Na classe Laser, foram dois ouros (Atlata 1996 e Atenas 2004) e uma prata (Sydney 2000). Pela Star, ao lado de Bruno Prada, ele faturou uma prata (Pequim 2008) e um bronze (Londres 2012).

“É um orgulho muito grande voltar a representar o Brasil nas Olimpíadas, pelo momento que estou vivendo. Uma honra e uma grande oportunidade, ainda mais por disputar os Jogos no Rio, diante da família, dos amigos e da torcida. A competição terá uma energia positiva enorme e espero retribuir dando o meu melhor”, disse.

Robert Scheidt desejava permanecer na Star, mas foi obrigado a mudar depois que a Federação Internacional de Vela (Isaf) decidiu excluir a classe do programa olímpico dos Jogos do Rio de Janeiro 2016. Assim, a parceria com Bruno Prada acabou desfeita, e o experiente atleta precisou se readaptar à Laser.

“Sempre digo que a experiência conta muito. Passei dois ciclos olímpicos na Star, uma classe que, até por ser mais técnica, acrescenta muito conhecimento à Laser. Mas o passado não garante o futuro. Tenho muito trabalho pela frente, muitos detalhes a aprimorar, para chegar ao Rio em 2016 com boas chances de subir ao pódio”, disse.

Robert Scheidt, 42 anos, disputará sexta edição dos Jogos Olímpicos.  (Foto: Bruno Miani/ Inovafoto)
O velejador Robert Scheidt, 42 anos, disputará sexta edição dos Jogos Olímpicos. (Foto: Bruno Miani/ Inovafoto)

Já Fernanda Decnop, aos 28 anos de idade, se prepara para representar o Brasil em uma edição dos Jogos Olímpicos pela primeira vez na carreira. A vela feminina do País tenta voltar ao pódio após o bronze alcançado por Fernanda Oliveira e Isabel Swan na classe 470 em Pequim 2008.

“Foi um trabalho muito duro para obter essa vaga. Com a Olimpíada em casa, fico ainda mais feliz. Agora é trabalhar para conseguir uma medalha, representar bem o meu país em uma edição que será especial, com família e amigos por perto. Vai ser uma experiência incrível”, declarou.

A decisão de anunciar as classificações de Robert Scheidt e Fernanda Decnop aos Jogos foi tomada após avaliação do Conselho Técnico da Vela, baseada nos resultados alcançados por ambos nas principais competições disputas nas temporadas de 2013, 2014 e 2015.

No total, há nove velejadores já garantidos nas Olimpíadas 2016. Além de Robert e Fernanda, Martine Grael e Kahena Kunze (49erFX), Jorginho Zarif (Finn), Patricia Freitas (RS:X), Ricardo ‘Bimba’ Winicki (RS:X) e Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan (470) também já foram confirmados.

Todos os velejadores estarão na disputa do evento-teste para as Olimpíadas, com início previsto para o próximo sábado, no Rio de Janeiro. Para fechar a equipe brasileira nos Jogos 2016, falta definir os classificados nas classes 470 masculina, 49er e Nacra 17.

Comente