Prata, Etiene é 1ª brasileira a ir ao pódio em Mundiais de piscina longa

São Paulo, SP

06-08-2015 13:08:12

Etiene Medeiros confirmou as expectativas e fez mais uma vez história para a natação feminina do Brasil nesta quinta-feira. Disputando a final dos 50m costas do Mundial de Esportes Aquáticos de Kazan, a pernambucana nadou para 27s26, recorde das Américas, e levou a prata porque perdeu ritmo no final da prova e viu a chinesa Fu Yuanhui tocar na borda em primeiro, com o tempo de 27s11. O resultado fez dela a primeira brasileira a ir ao pódio em um Mundial de piscina longa (50m). A também chinesa Liu Xiang ganhou o bronze ao cravar a marca de 27s58.

Em Doha 2014, na piscina curta, a nadadora levou dois ouros e um bronze: 50m costas, revezamento 4x50m misto medley e 4x50m misto livre, respectivamente. Na ocasião, Etiene também havia se tornado a primeira brasileira a subir ao pódio em um Mundial. Em Toronto, ela também assegurou o inédito pódio feminino brasileiro em Jogos Pan-Americanos, também com os 50m costas.

Além de Etiene, Nicholas Santos e Thiago Pereira também garantiram láureas prateadas para o Brasil em Kazan. O primeiro ganhou a prata nos 50m borboleta, enquanto o segundo foi o vice-campeão nos 200m medley.

No geral, a equipe nacional tem seis medalhas na Rússia. Nas águas abertas, pelas maratonas aquáticas, o País levou um bronze (Ana Marcela Cunha nos 10km), uma prata (por equipes nos 5km) e um ouro (Ana Marcela Cunha nos 25km).

Léo de Deus fora da final

Nos 200m costas masculino, Leonardo de Deus foi o sexto colocado em sua série, com o tempo de 1min57s96. A marca foi apenas a

13ª entre os 16 semifinalistas e, por isso, o brasileiro ficou alijado da briga por medalhas. O mais veloz de todos foi o australiano Mitchell Larkin, com 1min54s29.

Deixe seu comentário