Futebol Internacional/Supercopa da Alemanha

Bayern vence Dortmund na Supercopa da Alemanha e encerra sina de vices

São Paulo , SP
14/08/2016 17:33:02 — 26/05/2017 17:28:01

Em: Bayern, Borussia Dortmund, Futebol Alemão, Futebol Internacional
Bayern de Munique conquistou o sexto título da Supercopa da Alemanha (Foto: Patrik Stollarz/AFP)
Bayern de Munique conquistou o sexto título da Supercopa da Alemanha (Foto: Patrik Stollarz/AFP)

O Bayern de Munique é campeão da Supercopa da Alemanha. Após amargar três vices consecutivos nas últimas três temporadas, os bávaros foram cirúrgicos diante do Borussia Dortmund, em pleno Signal Iduna Park, neste domingo, e conquistaram a taça com o placar de 2 a 0.

Com o título, o Bayern de Munique chegou a sua sexta conquista da Supercopa da Alemanha e se igualou ao próprio Borussia Dortmund como os maiores campeões da história do torneio.

Apesar do resultado, foi o Borussia Dortmund quem pressionou a maioria do tempo e criou as melhores chances de gol. No primeiro tempo, os donos da casa bombardearam o gol defendido por Neuer, enquanto o Bayern criou apenas uma chance clara para marcar. Na segunda etapa, no entanto, os bávaros foram cirúrgicos e garantiram a taça com gols de Arturo Vidal, aos 12 minutos, e de Thomas Müller, aos 33.

O Bayern volta a campo na próxima sexta-feira, quando enfrenta o Carl Zeiss Jena, no Ernst-Abbe-Sportfeld, pela Copa da Alemanha. Já o Borussia Dortmund entra em campo pela competição somente na segunda-feira 22 de agosto, diante do Eintracht Trier, no Moselstadion.

O jogo – O duelo começou com o Borussia Dortmund criando as melhores chances. Aos seis minutos, Bartra acertou um lançamento para Kagawa, que chutou muito perto da trave, levando perigo ao gol defendido por Neuer.

Logo na sequência, aos oito, foi a vez de Aubameyang receber lançamento de Bartra de frente para o gol. No entanto, o atacante foi travado na hora certa e não conseguiu finalizar.

A pressão continuou e os aurinegros tiveram outra boa chance aos 11. Novamente Aubameyang recebeu bola dentro da área, desta vez de Castro, e chutou por cima do travessão.

Nos minutos seguintes, o volume de jogo dos donos da casa diminuiu e o Bayern pôde tocar mais a bola. Com isso, um lance de confusão ganhou destaque. Aos 28, Passlack apertou Ribery com uma marcação forte, os dois se enroscaram e o francês acabou acertando um tapa no alemão. O tempo fechou no Signal Iduna Park e o árbitro deu cartão amarelo para os dois atletas.

Ribery e Passlack tiveram um desentendimento no primeiro tempo (Foto: Patrik Stollarz/AFP)
Ribery e Passlack tiveram um desentendimento no primeiro tempo (Foto: Patrik Stollarz/AFP)

A partida só foi ganhar ação novamente na altura dos 30 minutos. O Borussia voltou a apertar no ataque e criou diversas chances. A melhor delas aconteceu aos 34. Adrian Ramos realizou belo giro na área e chutou forte, mas parou em grande defesa de Neuer com o pé esquerdo.

Antes do final da primeira etapa, ainda deu tempo para o Bayern, que pouco atacava, quase abrir o placar. Aos 38, Javi Martínez levantou na área para Vidal, que cabeceou livre e exigiu uma grande defesa de Burki. O chileno ainda pegou o rebote, mas chutou por cima, perdendo oportunidade incrível.

Após o milagre do goleiro do Borussia, poucas chances foram criadas e o jogo foi para o intervalo com placar de 0 a 0.

No início da segunda etapa, o Dortmund seguiu criando as melhores chances. Aos quatro minutos, Passlack recebeu a bola na entrada da área e mandou uma bomba que exigiu uma grande defesa de Neuer. Já aos 11, foi a vez de Dembélé chutar de fora da área e obrigar o goleiro do Bayern a se esticar para salvar o gol.

Apesar de verem o adversário melhor na partida, os bávaros foram cirúrgicos e conseguiram abrir o placar em sua primeira boa oportunidade na segunda etapa. Aos 12, Lewandowski recebeu pela esquerda e cruzou para a área. Thomas Müller fez um corta-luz e a bola sobrou para Vidal, que parou em Burki na primeira tentativa, mas mandou para o fundo das redes na segunda chance para colocar o Bayern em vantagem.

Vidal abriu o placar para o Bayern (Foto: Patrik Stollarz/AFP)
Vidal abriu o placar para o Bayern (Foto: Patrik Stollarz/AFP)

Após sofrer o gol, o Borussia, que vinha melhor na partida, sentiu o golpe e abaixou seu volume de jogo. Com isso, o duelo perdeu em grandes chances criadas.

Com o jogo morno, o Bayern aproveitou para sacramentar o título. Aos 33 minutos, Hummels aproveitou escanteio cobrado da direita e escorou para Thomas Müller. O meia-atacante apenas tirou do goleiro Burke e empurrou para o fundo das redes para definir o placar.

Com pouco tempo para reagir, o Borussia Dortmund aceitou o resultado e não exerceu qualquer tipo de pressão. Com isso, o Bayern apenas esperou o apito final para comemorar sua sexta conquista da Supercopa da Alemanha.

Thomas Müller fez o gol que sacramentou o título (Foto: Patrik Stollarz/AFP)
Thomas Müller fez o gol que sacramentou o título (Foto: Patrik Stollarz/AFP)

FICHA TÉCNICA
BORUSSIA DORTMUND 0X2 BAYERN DE MUNIQUE

Local: Signal Iduna Park, em Dortmund (Alemanha)
Data: 14 de agosto de 2016, domingo
Horário: 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Tobias Welz (Alemanha)

Cartões amarelos: Sebastian Rode, Felix Passlack, Ousmane Dembélé (Borussia Dortmund); Javi Martínez, Xabi Alonso e Franck Ribéry (Bayern de Munique)

GOLS
BAYERN DE MUNIQUE: Arturo Vidal, aos 12, e Thomas Müller, aos 33 minutos do segundo tempo

BORUSSIA DORTMUND: Roman Bürki; Sokratis Papastathopoulos, Marc Bartra, Marcel Schmelzer e Sebastian Rode; Felix Passlack, Gonzalo Castro, Shinji Kagawa e Adrián Ramos (Julian Weigl); Pierre Aubameyang (Emre Mor) e Ousmane Dembélé (André Schürrle)
Técnico: Thomas Tuchel

BAYERN DE MUNIQUE: Manuel Neuer; David Alaba, Javi Martínez, Mats Hummels e Xabi Alonso; Philipp Lahm, Arturo Vidal (Joshua Kimmich), Thiago Alcântara, Franck Ribéry (Kingsley Coman) e Thomas Müller; Robert Lewandowski
Técnico: Carlo Ancelotti