Alvo da Justiça, Ronaldinho dribla imprensa e fãs em São Paulo

José Victor Ligero - São Paulo , SP
09/12/2018 18:43:30

Em: Brasil, Futebol, Futebol Internacional

Enfrentando problemas com a Justiça, Ronaldinho Gaúcho driblou imprensa, adversários e fãs neste domingo, em São Paulo. Participando de um jogo festivo no Ginásio do Ibirapuera, o ex-jogador acenou aos torcedores em sua chegada ao local e não atendeu os jornalistas. Depois da partida, ainda de uniforme, saiu rapidamente e entrou no carro para ir embora.

Alvo de uma ação do Ministério Público, Ronaldinho e seu irmão Assis tiveram seus passaportes apreendidos pela Justiça. Ambos foram condenados por crime ambiental cometido com a construção de um píer na orla do Lago Guaíba, em Porto Alegre.

O processo, transitado em julgado em 19 de fevereiro de 2015, rendeu à dupla o pagamento de uma multa e outras punições, que não foram cumpridas pelos irmãos. O valor atual das indenizações gira em torno de R$ 8,5 milhões.

Segundo o MP, como os réus não foram encontrados, o imóvel onde ocorreu o crime ambiental será hipotecado. Os advogados do ex-camisa 10 da Seleção Brasileira pediram um habeas corpus ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

No entanto, na última quinta-feira, o MP deu parecer contra a solicitação dando a entender que os irmãos “ridicularizaram a Justiça”. O habeas corpus agora está em apreciação no gabinete do ministro Francisco Falcão, da Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Além da partida de futsal, o evento realizado neste domingo foi marcado pelo lançamento do aplicativo Digital4soccer no Brasil. O aplicativo divulgará vídeos, notícias e produtos relacionados ao pentacampeão mundial.

Ovacionado pela torcida a cada drible, Ronaldinho jogou ao lado de Edu Gaspar, Sidão, Léo Moura, Aloísio Chulapa e Zé Roberto. Já Nenê, Edmílson, Roger Flores e Lúcio integraram a equipe de Denílson.

Acompanhado por cerca de 9.500 torcedores, o evento terá a renda de bilheteria convertida para a Fundação Edmílson, ex-jogador de São Paulo, Barcelona e Palmeiras.