Após perder e converter pênaltis, Modric diz ter estudado Schmeichel

São Paulo, SP

01-07-2018 19:14:00

Camisa 10 e jogador mais renomado da Croácia, Luka Modric poderia ter saído do Estádio de Níjni Novgorod como vilão neste domingo. O meio-campista do Real Madrid ganhou a chance de definir a partida contra a Dinamarca, empatada por 1 a 1, no segundo tempo da prorrogação, mas teve um pênalti defendido pelo goleiro Kasper Schmeichel. Na disputa da marca da cal, porém, ele bateu no meio do gol, converteu a sua cobrança e colaborou com a suada vitória por 3 a 2.

“Estava muito quente, e muito difícil para correr. Perder o pênalti foi difícil para mim porque passei toda a manhã estudando como marcar o gol contra o Schmeichel”, contou Modric, que esteve apagado em campo na maior parte do tempo. Foi dele, contudo, o bom lançamento para Rebic, que resultou na penalidade sofrida pelo companheiro durante a prorrogação.


Aliviado após a partida, Modric comemorou bastante com outro goleiro, o compatriota Danijel Subasic, que defendeu os pênaltis cobrados por Eriksen, Schone e Nicolai Jorgensen e assegurou a classificação da Croácia às quartas de final da Copa do Mundo. Depois, buscou os seus filhos na arquibancada e continuou a festejar com eles em campo.

Do lado da Dinamarca, ao contrário, o sentimento era de frustração. “Os nossos três melhores cobradores de pênalti perderam”, lamentou o técnico Age Hareide, que é norueguês, antes de se referir a Kasper Schmeichel. “Sinto muito pelo Kasper e por todo o time. Mas é isso que pode acontecer nos pênaltis. Essa é a brutalidade do futebol”, acrescentou, ponderando que a sua seleção teve o controle do jogo a partir do segundo tempo, mesmo enfrentando “o melhor time na Europa para contra-atacar”.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário