Futebol/Bastidores

Econômico, Leco celebra renovação de Antony e se esquiva de polêmica

Lorenzo Meyer* - São Paulo , SP
19/07/2019 20:33:11 — 19/07/2019 21:58:44

Em: Bastidores, Notícias, São Paulo
Leco comemorou entrada do São Paulo no vôlei feminino (Foto: Reprodução)

Leco, presidente do São Paulo, comemorou duas metas alcançadas nesta semana. Amante dos esportes olímpicos, o mandatário foi peça fundamental no acordo com o Barueri para o Tricolor entrar na Superliga, principal competição do vôlei feminino no Brasil, e acertou a renovação de Antony, um dos pilares do time comandado por Cuca.

No primeiro pronunciamento da coletiva de apresentação da equipe de vôlei, o dirigente não escondeu a felicidade com a entrada do São Paulo na modalidade. “Esse é um momento auspicioso da vida do São Paulo. Um momento especialmente grande porque mostra o clube indo além das fronteiras do futebol e ingressando decisivamente na opção de ter esportes olímpicos dentro desse clube”, disse.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Quando questionado sobre se a semana era para comemorações por conta da renovação de Antony, além da parceria com o Barueri, Leco preferiu economizar nas palavras relacionadas ao futebol. “Duplamente auspiciosa”, resumiu.

Na última segunda-feira, porém, o São Paulo viveu uma polêmica interna. Após Cuca dizer que Tiago Volpi foi atrapalhado pela luminosidade no lance do gol de empate do Palmeiras, o diretor-executivo de infraestrutura do Morumbi, Eduardo Rebouças, rebateu o treinador afirmando que ele havia inventado um problema nos refletores para justificar o resultado da partida.

Após o evento, o presidente tricolor foi abordado pela reportagem da Gazeta Esportiva para se posicionar sobre as declarações de Rebouças, mas optou por não tocar no assunto. “Não. Não quero falar nada que não seja isso (a parceria do São Paulo com o Barueri)”, afirmou.

*Especial para a Gazeta Esportiva




  • LEÃO SOBERANO

    É um incompetente, um lunático. Essa peça omissa não disse a que veio até agora. Se é um incompetente, um perdedor, no forte do clube que é o futebol, que dirá do voley. Pede para sair, Lecotreco.

×
Quer receber notícias do São Paulo?