Futebol/Campeonato Paulista

Vanderlei faz balanço dos meses de trabalho de Sampaoli no Santos

São Paulo , SP
14/03/2019 08:00:55

Em: Campeonato Paulista, Escolha do editor, Notícias, Santos

Jorge Sampaoli completou 59 anos na última quarta-feira e, como presente, já tem garantida a presença do Santos nas quartas de final do Paulistão. O goleiro Vanderlei, que algumas vezes foi acusado de ter uma rixa com o técnico por conta de seu estilo de jogo, avaliou esses primeiros meses de trabalho e falou sobre sua metodologia.

“Eu acho que no geral foi muito bom. Todos têm falado do trabalho dele, um grande trabalho. Algo diferente e que tem dado alegria, futebol vistoso, jogado para frente, com posse de bola. A gente fica feliz por ter encaixado rapidamente na metodologia dele com aquilo que a gente conseguiu fazer, porque sabemos que às vezes o treinador tem algumas ideias e demora um tempinho para elas se encaixarem, mas a gente conseguiu muito rápido e tem dado resultados, que é o mais importante”, disse o arqueiro.

Sampaoli tem, até agora, nove triunfos, quatro empates e apenas uma derrota em todas as competições que disputa, sem esquecer da precoce eliminação na Copa Sul-Americana, o que lhe dá um aproveitamento de 73,8% neste início de temporada no comando técnico do Peixe. Vanderlei garante: já trabalhou com esse estilo e sua readaptação foi tranquila.

“Para mim também está tranquilo (esse jeito de jogar). Como já disse anteriormente, eu tinha feito isso com o Dorival Júnior, essa metodologia de sair jogando, com posse de bola, foi mais uma readaptação. O mais importante é todos estarem bem e o Santos estar conseguindo os resultados, que é o mais importante”, concluiu sobre o assunto.

Além de ter garantido que não há nenhum tipo de estranhamento com o treinador, o arqueiro disse que não há uma fórmula especial para o time “tirar 10” com o professor Sampaoli.

“Não dá para falar do dez, jogo é jogo. Futebol oscila muito, independente se você está num bom ou mal momento, vai ter um momento que você vai oscilar. A gente acabou não fazendo uma partida tão boa no Pacaembu (contra o River Plate-URU, na Sul-Americana) e foi eliminado, mas a vida segue e a metodologia também. Temos outras competições, tem a Copa do Brasil e o Brasileiro e a gente vai procurar ser campeão, dar o nosso melhor, coroar o nosso ano com grandes resultados”, finalizou.

O Santos entra em campo nesta sexta-feira, às 20h30 (de Brasília), para enfrentar o Novorizontino, no Pacaembu. Em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Paulista, o Peixe vai em busca de mais três pontos e a manutenção da liderança na tabela geral da competição.




×
Quer receber notícias do Santos?