Deyverson lembra ano de turbulência e alegria e reverencia Felipão

São Paulo , SP
08/12/2018 14:10:01 — 08/12/2018 16:32:40

Em: Brasileiro Série A, Escolha do editor, Futebol, Palmeiras
Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O centroavante Deyverson viveu uma temporada movimentada pelo Palmeiras em 2018. Antes ridicularizado pela própria torcida, o jogador foi recuperado pelo técnico Luiz Felipe Scolari e terminou como herói do título brasileiro ao marcar o gol da vitória sobre o Vasco, apesar de algumas confusões ao longo da temporada.

“Foi um ano de turbulência e de alegria também. Tive a lesão e, depois que voltei, foi um pouco complicado. Não estava 100%. Mas, graças a Deus, com a estrutura que o Palmeiras tem, pude retomar meu condicionamento físico e ajudar o time. Acho que esse ano foi o mais importante na minha carreira”, disse Deyverson à TV Palmeiras.

O centroavante deslanchou apenas após a chegada da nova comissão técnica e terminou o Campeonato Brasileiro com nove gols em 26 partidas – ele balançou as redes nos clássicos contra Corinthians e São Paulo. Ao falar sobre Felipão, Deyverson usou o termo “pai”.

“É uma grande referência para todos os jogadores. Fiquei feliz, porque ele deu a chance de mostrar meu trabalho a muita gente que não conhecia e consegui me encaixar perfeitamente na equipe”, disse o atleta, que contou com as lições do chefe para aperfeiçoar suas deficiências em campo.

“O Felipão foi muito importante nas minhas atitudes e para a minha perna direita. É a perna fraca, a que não tenho muita confiança. Ele sempre se disponibilizou a ajudar. No posicionamento, também. Algumas coisas que me faltam ainda aprender. Pouco a pouco, vai ensinando”, explicou.

Deyverson também comentou o temperamento instável em campo e reconheceu a necessidade de “colocar a cabeça no lugar”. O centroavante pode começar a fazê-lo a partir do dia 20 de janeiro, data do confronto entre Palmeiras e Red Bull, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.




×
Quer receber notícias do Palmeiras?