Defensores exaltam postura do Flamengo; Rodrigo Caio reconhece disparidade

São Paulo, SP

21-12-2019 18:32:25

Após 38 anos da conquista do primeiro Mundial de Clubes, o Flamengo voltou a enfrentar o Liverpool, neste sábado, mas acabou derrotado. Apesar do resultado negativo, o clube carioca mostrou qualidade e personalidade para bater de frente com o atual campeão da Europa. Em entrevista concedida na zona mista do Estádio Khalifa, em Doha, os defensores rubro-negros reconheceram a boa atuação.

Um dos principais nomes do torneio, Diego Alves analisou a jogada do gol, que surgiu após um erro de Gabriel Barbosa, e também exaltou sua equipe.

"Essa jogada deles é letal, pegou a gente desorganizado. Fico orgulhoso de tudo que foi feito. Não é que pesa, a gente vem de desgaste, o Liverpool vem de meia temporada, é notório, jogador com câimbra na prorrogação. Fizemos o que dava, parabéns ao Liverpool. Saímos com a prata, com orgulho de ouro", comentou.


Rodrigo Caio foi incapaz de impedir Roberto Firmino de ir às redes, mas também foi importante para o Flamengo. Assim como o companheiro, o zagueiro destacou a vontade do elenco.

"Foi jogo difícil, muito complicado, equipe deles é muito forte, principalmente os 3 atacantes. Acho que a gente se saiu bem. Eles tiveram chances, nós também, infelizmente eles aproveitaram. Mais importante é que deixamos tudo em campo, tivemos nossas ideias na partida. Claro que fica com gosto amargo, mas orgulhoso pela equipe", destacou, acrescentando sua visão a respeito da superioridade do Liverpool.

"Intensidade deles é muito forte, claro que tem uma diferença. Aqui o campo corria mais, contra o River teve mais contato físico. É sempre desafiador jogar contra escolas diferentes, tudo é aprendizado, tivemos nossas chances e eles fizeram o gol. A gente lamenta, mas nada vai apagar nossa temporada", completou.

Por fim, o experiente Rafinha concordou com os companheiros e lembrou que o Flamengo foi superior ao Liverpool em alguns momentos da partida.

"Todo mundo deu que iríamos tomar 3 ou 4, mas fomos melhores em vários momentos. Todos devem estar orgulhosos, representamos a América do Sul muito bem. Fomos até onde deu. A gente sai triste com resultado, mas muito feliz pela atuação", finalizou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário