Corinthians pode iniciar semana com dois reforços confirmados

Jonas Campos e Marina Bufon - São Paulo,SP

15-01-2022 05:00:02

O Corinthians apresentou Paulinho oficialmente na última sexta-feira à tarde, seu único reforço anunciado para a temporada 2022. No entanto, a próxima semana pode trazer a confirmação definitiva de dois nomes: o zagueiro Robson Bambu, do Nice, e o goleiro Ivan, da Ponte Preta. Bruno Melo, lateral do Fortaleza, já treina com o grupo e pode ser confirmado oficialmente em breve também.

Segundo apurado pela Gazeta Esportiva, Robson Bambu está no Brasil e se encontra em fase de exames médicos. No entanto, como o zagueiro não joga desde março do ano passado por conta de uma cirurgia no tornozelo, o clube prega cuidado nas avaliações. Ele já teria realizado alguns exames.

Robson Bambu, que foi revelado pelo Santos, tem 24 anos e contrato com o clube francês até 2025, por isso, espera-se que seu vínculo com o Corinthians seja por empréstimo.

VEJA MAIS:

Paulinho explica passagem relâmpago pelo Al-Ahli, da Arábia Saudita

Outro reforço que deve ser anunciado é o goleiro Ivan. O presidente Duílio Monteiro Alves afirmou, na última quarta-feira, o interesse em comprar 50% dos direitos do jogador.

Conforme conversado com funcionários da Ponte Preta, o goleiro está com covid-19 e esse é o único motivo pelo qual ainda não teria realizado os exames médicos. Não haveria nada de pendência jurídica para resolver.


Espera-se que até terça ou quarta-feira da próxima semana, com um exame negativo para coronavírus, ele já realize os exames no Corinthians. Além disso, a diretoria da Macaca não pretende colocar nenhum impedimento na negociação.

Ivan também tem 24 anos e tem contrato com a Ponte até 2023. No entanto, mesmo tendo 100% dos direitos do jogador, o clube não deve receber nada pela transferência, já que adquiriu dívida milionária com a empresa que agencia a carreira do goleiro.

Vale lembrar, ainda, que o Corinthians monitora a situação do atacante Diego Costa. Na última quinta, Rodrigo Caetano, diretor de futebol do Atlético-MG, confirmou o pedido de saída do jogador, sem multa rescisória, conforme já havia sido revelado pela Gazeta Esportiva em dezembro.

Deixe seu comentário