Corinthians e Grêmio tentam encontrar moeda de troca ideal para Luan

Tiago Salazar - São Paulo,SP

11-12-2019 18:18:35

O Corinthians segue empenhado em reforçar o elenco para 2020 e uma das prioridades é contratar Luan, hoje jogador do Grêmio com vínculo até o fim da próxima temporada.

A Gazeta Esportiva apurou que, no momento, os clubes tentam chegar a um acordo sobre como tornar o negócio viável. E está claro que a situação vai depender de uma ‘moeda de troca ideal’.

A proposta do Corinthians é adquirir parte dos direitos econômicos de Luan da seguinte maneira: pagamento em dinheiro e até dois jogadores para compor o valor final. O Grêmio recebeu bem a oferta alvinegra. E entre Corinthians e Luan as tratativas estão encaminhadas.

A negociação entre os clubes está “quente” e depende muito de uma concordância sobre os jogadores que seriam envolvidos no negócio. O Grêmio já recusou alguns nomes propostos pelo Corinthians e o clube paulista também já vetou pedidos gremistas.

As conversas seguem. Os dirigentes do Corinthians ficaram de aguardar contato dos cartolas gaúchos para tratar de nomes que, de fato, interessem ao Tricolor. Caso haja consenso nesse sentido, a tendência é que rapidamente tudo seja concretizado.


Na última semana, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, citou jogadores do Corinthians que lhe agradam.

“Gosto do Cássio, que foi revelado no Grêmio, tem o Fagner, o próprio Júnior Urso é um volante interessante. Tem vários jogadores que interessariam, mas nada disso está em curso. Não vamos criar uma especulação nisso”, comentou Bolzan, à Fox Sports.

Em entrevista coletiva na zona mista da Arena Corinthians, domingo passado, Andrés Sanchez, presidente corintiano, admitiu ter ligado para Bolzan para oferecer um atleta.

“Eu falei com ele e não falamos nada de Luan, de nada, mas sim de jogadores do Corinthians. Tenho uma bela relação com o Bolzan, mas falamos de um jogador do Corinthians, que ele disse que não interessa e acabou”.

Luan esteve na Arena nessa terça-feira para o jogo beneficente promovido por Emerson Sheik e falou sobre o caso que pode definir o futuro de sua carreira.

“É sempre bom ver grandes clubes interessados no meu futebol, em me contratar. Isso é prova da minha capacidade, do que eu posso fazer. Claro que eu fico feliz, mas por enquanto sou jogador do Grêmio. Não sei de nada, deixo para o meu empresário e direção do Grêmio cuidarem disso”, afirmou, ao Sportv.

 

Deixe seu comentário