Carille diz por que pediu Régis e explica saída de Léo Santos

Tiago Salazar - Ribeirão Preto,SP

25/02/19 | 08:00 - 25/02/19 | 04:02

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Régis já está trabalhando no CT Joaquim Grava, conforme revelou com exclusividade a Gazeta Esportiva na sexta-feira. O meia, que fez sucesso no Sport e no Bahia, mas pouco apareceu quando defendeu o Palmeiras é uma aposta pessoal de Fábio Carille, e o técnico corintiano explica o motivo.

“Foi um pedido meu. É um jogador que já vem sendo monitorado pelo Corinthians desde a Chapecoense. Meia que chega na área. Trabalhou comigo três meses na Arábia. Conseguimos ver no dia a dia o trabalho dele, chega e finaliza. Acho que o Grêmio queria ele. Entrei no meio e pedi. Pode acrescentar muito”, avisou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Caso seja aprovado nos testes do clube, Régis deve assinar contrato. Por ora, a diretoria é cautelosa quanto ao assunto. Diferente de Léo Santos, que já foi para o Fluminense, equipe que defenderá por empréstimo nos próximos meses.

“Léo está sendo emprestado para ganhar bagagem. É promissor”, explicou Fábio Carille, que nesse início de temporada não vinha optando por utilizar o jogador revelado pelas categorias de base do Timão.


Deixe seu comentário