Pai e irmã de Alan Ruschel comemoram melhora do jogador

São Paulo, SP

04-12-2016 17:33:13

Após o pai de Alan Ruschel - jogador da Chapecoense envolvido na tragédia da última terça-feira, que deixou 71 mortos - dar detalhes sobre o momento em que o atleta acordou sem se lembrar do acidente aéreo, foi a vez da irmã do jogador se pronunciar nas redes sociais em relação ao seu estado. Ela comemorou a progressão médica do irmão e desejou força aos familiares dos que não sobreviveram.

"EM NOME DE JESUS, Alan está progredindo cada minuto mais. O que vem acontecendo é algo milagroso. Ontem o psicólogo contou tudo o que aconteceu pra ele, Alan só fala que quer voltar, e quer sair de lá. E sabe que foi um milagre de Deus. Meu pai disse que essa noite, ele se agitou muito. Pediram pra ele ficar tranquilo, e assim voltará o mais rápido possível pra casa. Mas graças a Deus está bem. Não temos previsão de quando ele vai sair. Ontem ouvi "TE AMO", só queria ficar ouvindo. Obrigada Senhor. Obrigada pela corrente de orações e pensamentos positivos. Sei que Deus está abraçando e confortando o coração de cada familiar que perdeu seu pai, filho, irmão, marido e amigo. Não vamos deixar de orar. Todos nós que estamos sofrendo com tudo isso, precisamos muito. A família Chape precisa de força, muita força para todos!", escreveu Amanda, usando as hashtags #forçafamíliachape #forçachape #forçaAlan #forçaFollmann #forçaNeto #forçaRafael.

EM NOME DE JESUS, Alan está progredindo cada minuto mais. O que vem acontecendo é algo milagroso. Ontem o psicólogo contou tudo o que aconteceu pra ele, Alan só fala que quer voltar, e quer sair de lá. E sabe que foi um milagre de Deus. Meu pai disse que essa noite, ele se agito muito. Pediram pra ele ficar tranquilo, e assim voltará o mais rápido possível pra casa. Mas graças a Deus está bem. Não temos previsão de quando ele vai sair. Ontem ouvi ' TE AMO' , só queria ficar ouvindo. Obrigada Senhor. Obrigada pela corrente de orações e pensamentos positivos. Sei que Deus está abraçando e confortando o coração de cada familiar que perdeu seu pai, filho, irmão, marido e amigo. Não vamos deixar de orar . Todos nós que estamos sofrendo com tudo isso, precisamos muito. ???????? ???? A família Chape precisa de força, muita força para todos! #forçafamíliachape #forçachape #forçaAlan #forçaFollmann #forçaNeto #forçaRafael

Uma foto publicada por Amanda Ruschel ???????? (@moa_ruschel) em

 

Em Medellín, o pai do jogador concedeu entrevista coletiva neste sábado. Além de detalhar a recuperação do filho, agradeceu pelo apoio que tem recebido de todo o mundo. "Só quero passar a todos que o Alan está bem, evoluindo, minuto a minuto, já não é mais dia a dia. (Quero) agradecer ao povo colombiano, às autoridades, o carinho dos brasileiros, as autoridades brasileiras, todo o apoio que eles nos dão. Estamos muito gratos por todo o tratamento que estamos tendo. Ninguém mede esforços para que todos os quatro se recuperem bem. Estamos unidos, trocando experiências, um tentando ajudar ao outro de alguma forma, contentes com toda essa recepção e a evolução de todos os quatro que escaparam dessa tragédia, num verdadeiro milagre", disse Flávio Ruschel.

Leia mais:

Velório na Arena Condá é marcado por chuva e muita emoção

Abalado com acidente da Chape, Rafael Moura não enfrenta o Sport

Follmann mostra força após amputação: “Prefiro a vida à perna”

Presidente da Chape confirma: “Será nosso o título da Sul-Americana”

Pai de Ruschel exalta melhora e diz que filho não se lembra do acidente

Ponte sugere confecção de 71 camisas para homenagear vítimas da Chape

Santistas pedem pintura de Cléber Santana no muro do CT; artista aceita

Comissária defende piloto e pede fim de culpabilização por tragédia

Ronaldinho Gaúcho faz homenagem à Chape e torcida pede contratação

Com escudo da Chape e canto no vestiário, Nacional avança à semi do Colombiano

Além de Alan Ruschel, o goleiro Jackson Follmann, que teve uma das pernas amputadas, o zagueiro Neto, que ainda respira por aparelhos, e o jornalista Rafael Henzel, sobreviveram e seguem internados na Colômbia. Dos quatro brasileiros, Neto é o que apresenta estado mais crítico, mas com boas perspectivas de melhora.

Deixe seu comentário