Gazeta Esportiva |

Única representante da ginástica rítmica tem ajuda ucraniana para as Olimpíadas

Em Ginástica, Mais Esportes, Olimpíadas 2016
Publicado em 17/02/2016 17:03:46 Compartilhe
São Paulo , SP
gaudio
Dona de 27 medalhas em Mundiais, Anna Bessonova elaborou a coreografia de arco da brasileira para a Olimpíada de 2016 (Foto: Reprodução/Instagram)

Melhor brasileira classificada no Mundial de Stuttgart em 2015 e única representante da Ginástica Rítmica do Brasil nas Olimpíadas de 2016, Natália Gaudio teve ajuda de uma gigante do esporte para montar sua coreografia para os jogos do Rio.

Ao som de Smells Like Teen Spirit, da banda estadunidense Nirvana, a capixaba de 23 anos teve sua coreografia desenvolvida pela ucraniana Anna Bessonova, dona de cinco ouros em Mundiais e dois bronzes olímpicos em Atenas e Pequim. “Quando soube que ela estaria no Brasil, eu e minha técnica a procuramos para ela ajudar na elaboração da coreografia, pois é um trabalho que ela está acostumada a fazer e é especialista nisso. Ficamos dois dias inteiros treinando. Eu fiquei muito satisfeita com o resultado”, afirmou Natália.

A ex-ginasta elaborou a coreografia para o arco, aparelho preferido da brasileira e no qual Bessonova conquistou seus melhores resultados na carreira. Natália fará a primeira apresentação de sua nova coreografia na Copa do Mundo de Lisboa, entre 17 e 20 de março. Na Europa, ainda competirá em Thiais, França, e Pesaro, Itália.

Para os jogos do Rio, Natália usará a música Bandolins, de Oswaldo Montenegro, na bola; o tema de Dráculo, nas maças e um samba na fita, apresentações que garantiram a vaga olímpica no Mundial de Stuttgart, desbancando Angélica Kvieczynski. O Brasil não participava da competição desde Barcelona, em 1992.

“No Mundial, minhas notas ficaram entre 15,000 e 15,750. Quero chegar na casa dos 16 ou 17”, afirmou Natália, projetando uma boa Olimpíada, buscando ficar entre as dez melhores da competição.

Comente