Gazeta Esportiva

Dirigente da MLS mostra interesse na situação de Schweinsteiger

São Paulo, SP

08/10/16 | 17:42 - 08/10/16 | 17:52

(Foto: Patrik Stollarz/AFP)
Schweinsteiger não tem espaço no Manchester United (Foto: Patrik Stollarz/AFP)

Sem espaço no Manchester United, o alemão Bastian Schweinsteiger poderá se transferir para o futebol dos Estados Unidos. O meia, que não ganha oportunidades com o técnico José Mourinho no time inglês, já chegou a declarar que seria interessante e não descarta a ideia de atuar pela MLS (Major Soccer League). Com o futuro do atleta indefinido, um dos dirigentes mais importantes da liga americana, Don Garber, anunciou que todos no campeonato estão de braços abertos para receber o jogador.

Leia mais: 

Podolski critica atitude de Mourinho e vê futuro na MLS com Schweinsteiger 

"Nós gostaríamos de receber Bastian de braços abertos. Conhecemo-nos na Copa do Mundo de 2014, quando jogou contra a seleção dos Estados Unidos. Ele também participou de um jogo com o Bayern de Munique aqui em nosso país. Nós estamos bem atentos com sua situação", afirmou o dirigente ao diário The Mirror.

Companheiro de seleção alemã, Lucas Podolski também tratou de comentar o assunto e disse que estava chateado com o fato de o colega não ter chance na equipe de José Mourinho. Ainda assim, o atacante comentou que acompanharia o conterrâneo no futebol dos Estados Unidos, caso oportunidades futuras surgissem.

Mesmo interessado, Garber sabe que ainda não foi feito nenhum contato com o alemão. Schweinsteiger chegou a ter seu nome ligado ao New York Red Bulls, porém, o diretor do clube-empresa, Oliver Mintzlaff, já desmentiu o fato. "Ele é um grande jogador, com uma carreira incrível, mas ainda não há negociações", disse.

 

Deixe seu comentário