Após empate, Mano vê grande diferença entre times e critica equipe

Do correspondente Marcellus Madureira - Belo Horizonte,BH

22-03-2017 16:22:23

Já classificado na Primeira Liga, o Cruzeiro entrou para o jogo contra o Joinville, nessa terça-feira, em Santa Catarina, com uma formação completamente alternativa. O time, como era esperado, foi melhor em campo, mas mesmo assim deixou o gramado da Arena Joinville com um empate sem gols. De acordo com o técnico Mano Menezes, o resultado é decepcionante por causa do grande volume de chances criadas.

Emoção, choro e homenagens: o retorno do zagueiro Dedé

"É verdade. Com esse volume que a gente teve, sabíamos que seríamos superiores no jogo. O time criou as oportunidades até a última etapa e não conseguiu concretizar e traduzir isso em números. Poderíamos vencer facilmente tamanha era a diferença entre as duas equipes. Foi o nosso pecado no jogo e saímos chateados por isso. A equipe produziu, mas faltou o detalhe mais importante, que é fazer o gol. A gente pecou nesse detalhe”, destacou.

Mano lamentou a quantidade de oportunidades perdidas por sua equipe, mas disse que é preciso entender algumas situações no futebol.
"Os tipos de oportunidades que perdemos hoje nem tem explicação para aquilo que os jogadores têm de qualidade técnica. Nosso time bateu muito embaixo da bola em alguns lances, o Raniel driblou o goleiro e meteu a bola ao poste, chegamos atrasado com o Elber, o Alex chutou por cima, o Fabrício também teve duas chances cara a cara... não é deficiência técnica, mas há momentos que são mais delicados no futebol e precisamos saber entender”, finalizou.

 

Deixe seu comentário