Em estreia de CR7, Juve sofre mas vence Chievo nos acréscimos

São Paulo , SP
18/08/2018 15:08:59 — 18/08/2018 15:37:55

Em: Futebol, Futebol Internacional, Futebol Italiano, Juventus

Neste sábado, Chievo e Juventus se enfrentaram pela estreia do Campeonato Italiano 2018/2019. O jogo ficou marcado pela estreia de Cristiano Ronaldo pelo time de Turim, após nove anos defendendo o Real Madrid. O português teve boa atuação, mas passou em branco e por pouco não viu o time da casa frustrar suas expectativas. No Estádio Marcantonio Bentegodi, vitória bianconera nos acréscimos: 3 a 2. Stepinski e Giaccherini anotaram os gols dos mandantes, enquanto Khedira, Bani (contra) e Bernardeschi marcaram para os visitantes.

Na próxima rodada, a segunda da Serie A, a Juve encara a Lazio, em Turim, em duelo que marcará o primeiro encontro oficial de Cristiano Ronaldo com a torcida da Velha Senhora. O Chievo, por sua vez, mede forças com a Fiorentina, fora de casa.

Senhora começa com o pé direito, mas vai ao intervalo com o esquerdo

O campeonato mal começou e os atuais heptacampeões já deram o cartão de visitas. Logo aos dois minutos, Cuadrado recebeu pela direita e foi derrubado pelo marcador rival. Na cobrança, Pjanic levantou, a bola ficou viva dentro da área e Khedira apareceu para colocar o pé na bola e abrir o placar.

Bem postada em campo, a Juve passou a jogar com tranquilidade, dominando completamente as ações do jogo. A impressão era de que o segundo gol não tardaria a acontecer.

E por pouco não saiu. Aos 21 minutos, a Velha Senhora atraiu o Chievo para seu campo, colocou os adversários na roda e saiu em contra-ataque rápido. Após boa participação de Cristiano Ronaldo, Cuadrado dominou de frente para o gol de Sorrentino. Porém, o colombiano exagerou na força do chute e acabou isolando.

Aos 32, foi a vez de Douglas Costa ficar no quase. O brasileiro pegou a sobra na entrada da área, matou no peito e emendou um belo voleio. A bola passou rente ao ângulo direito.

O Chievo tinha muita dificuldade para ficar com a bola. Na única jogada trabalhada, porém, chegou ao empate. Após cruzamento pela esquerda, Stepinski se antecipou a Chiellini e colocou a cabeça para igualar o marcador ainda antes do intervalo.

Chievo assusta, mas não sobrevive à pressão

Logo no início da etapa final, Cristiano Ronaldo recebeu fora da área e soltou a bomba com a perna direita. No susto, Sorrentino caiu de forma meio estranha, mas conseguiu evitar o gol do português.

Quando a Juve ensaiava voltar ao comando da partida, porém, o Chievo tratou de frustar os planos bianconeros. Cancelo derrubou Giaccherini na área e o juiz marcou pênalti para o time da casa. O mesmo Giaccherini cobrou e, deslocando Szczesny, virou o placar no Marcantonio Bentegodi.

Atrás no placar, a Velha Senhora partiu para cima em busca do resultado. Cristiano Ronaldo passou a ser bastante acionado e por pouco não empatou, chutando de fora da área e obrigando Sorrentino a fazer grande defesa. Na sequência, o camisa sete recebeu de Dybala, viu seu chute ser desviado e assustou o goleiro adversário.

De tanto martelar, a Juve acabou premiada. Pela direita, Bernardeschi cruzou na pequena área e Bani acabou desviando para dentro do próprio gol, empatando o confronto novamente.

Os comandados de Allegri continuaram em cima dos adversários, buscando a vitória a qualquer custo. O gol saiu aos 43 minutos, com Mandzukic, mas foi anulado pelo árbitro, que acionou o VAR e viu toque com a mão de Cristiano Ronaldo no lance.

Nem por isso a Juve desistiu. Aos 47, Alex Sandro fez ótima jogada pela esquerda, cruzou rasteiro e Bernardeschi apareceu para dar a vitória à Velha Senhora.