Com ajuda da tecnologia, França bate Austrália em estreia

São Paulo, SP

16-06-2018 08:53:47


Apontada como uma das favoritas ao título da Copa do Mundo da Rússia, a França estreou com uma sofrida vitória durante a manhã deste sábado. Contando com a ajuda da tecnologia em seus dois gols, os europeus derrotaram a Austrália por 2 a 1, em Kazan.

Com o triunfo, os "Bleus" assumem a liderança do Grupo C do Mundial, com três pontos ganhos. Nesta tarde, em Saransk, a Dinamarca venceu o Peru por 1 a 0, mas fica na segunda posição da chave em função dos critérios de desempate.

Pela segunda rodada da Copa do Mundo, a Austrália tentará se reabilitar diante da Dinamarca, na próxima quinta-feira, às 9 horas, em Samara. Já a França buscará encaminhar a sua classificação em confronto com o Peru, às 12 horas do mesmo dia, em Ecaterimburgo.

O Jogo – Buscando a velocidade de seus atacantes, a França começou pressionando e criou uma chance logo no primeiro lance, quando Mbappé recebeu pela direita, invadiu a área e chutou forte, exigindo boa defesa de Ryan. Pouco depois, aproveitando sobra de Dembélé, Griezmann arriscou da intermediária, mas o goleiro caiu rápido e ficou com a bola.

Passada a pressão inicial, a Austrália foi se soltando mais e arriscando descidas ao ataque. E, em uma delas, conseguiu falta pela esquerda. Na cobrança, a bola sofreu desvio de Tolisso, que só não marcou contra porque Lloris se esticou todo e colocou em escanteio.

Apostando em lançamentos e sem mostrar a velocidade esperada, os europeus não conseguiam furar o bloqueio da Austrália, que ainda chegaria com perigo antes do intervalo. Aos 45 minutos, Behich tentou encobrir Lloris com chute colocado, mas mandou por cima do gol.

Arte: AFP

No começo da etapa complementar, o árbitro de vídeo foi consultado pela primeira vez na história das Copas e auxiliou o árbitro uruguaio Andrés Cunha a voltar atrás em sua decisão e marcar pênalti de Risdon em Griezmann, que foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, o atacante do Atlético de Madrid bateu forte no canto direito e abriu o placar em Kazan, aos 12 minutos.

Os franceses, no entanto, tiveram pouco tempo para comemorar. Isso porque, quatro minutos depois, Umtiti bloqueou cruzamento com a mão dentro da área. Desta vez, o juiz nem precisou do recurso tecnológico para assinar o pênalti. Com chute rasteiro, Jedinak, que atua pelo inglês Aston Villa, deslocou Lloris e empatou o confronto.

Na tentativa de recolocar a França à frente no placar, Didier Deschamps promoveu duas mudanças simultâneas: entraram Giroud e Fekir nas vagas de Griezmann e Dembélé. Aos 34 minutos, o até então apagado Pogba tabelou primeiro com Mbappé e depois com Giroud. Na sequência do lance, em disputa com Behich, a bola espirrou e entrou por cobertura após tocar levemente no travessão.

Novamente contando com o auxílio da tecnologia - o chip dentro da bola confirmou que ela ultrapassou a linha de fundo -, o árbitro André Cunha validou o gol, que seria o último da partida, confirmando o primeiro triunfo da França no Mundial da Rússia.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

FICHA TÉCNICA
FRANÇA 2 X 1 AUSTRÁLIA

Local: Arena Kazan, em Kazan (Rússia)
Data: 16 de junho de 2018 (Sábado)
Horário: 7 horas (de Brasília)
Árbitro: Andres Cunha (Uruguai)
Assistentes: Nicolas Taran (Uruguai) e Mauricio Espinosa (Uruguai)
Cartão Amarelo: Tolisso (França); Leckie, Risdon e Behich (Austrália)
Cartão Vermelho: -
Gols: 
FRANÇA: Griezmann, aos 12, e Pogba, aos 34 minutos do 2º tempo
AUSTRÁLIA: Jedinak, aos 16 minutos do 2º tempo

FRANÇA: Hugo Lloris; Lucas Hernandez, Samuel Umtiti, Raphael Varane e Benjamin Pavard; N’Golo Kanté, Corentin Tolisso (Blaise Matuidi) e Paul Pogba; Ousmane Dembélé (Nabil Fekir), Antoine Griezmann (Olivier Giroud) e Kylian Mbappé
Técnico: Didier Deschamps

AUSTRÁLIA: Mat Ryan; Joshua Risdon, Mark Milligan, Trent Sainsbury e Aziz Behich; Mile Jedinak, Aaron Mooy, Mathew Leckie, Tom Rogic (Jackson Irvine) e Robbie Kruse (Daniel Arzani); Andrew Nabbout (Tomi Juric)
Técnico: Bert van Marwijk

Deixe seu comentário