Brasileiro Série A

Nilton Santos | 20/10/2018

Futebol/Brasileiro Série A

Botafogo reencontra o Bahia em clima de revanche

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
20/10/2018 10:45:48

Em: Bahia, Botafogo, Brasileiro Série A, Futebol

Botafogo e Bahia se reencontram neste sábado, às 16h00 (horário de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, em duelo válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes são velhas conhecidas, pois duelaram por três vezes nesta temporada e em alguns dos confrontos, o clima de rivalidade esteve muito aflorado. Nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, trocaram triunfos por 2 a 1 como anfitriões, mas os baianos avançaram na disputa de pênaltis.

No primeiro turno, o confronto entre ambos foi muito intenso e terminou empatado por 3 a 3. Kieza fez dois gols pelo Botafogo, que ainda viu o chileno Leonardo Valencia balançar as redes. Régis, Vinícius e Allione garantiram o empate para os baianos.

O técnico Zé Ricardo, do Botafogo, orientou seus jogadores a esquecerem o que aconteceu nos jogos anteriores, aproveitando apenas lições de erros que possam ter atrapalhado o rendimento da equipe.

“Cada jogo tem a sua história e a nossa expectativa em todas as partidas deste Campeonato Brasileiro é sempre de dificuldade, pois o nível de equilíbrio da competição está alto”, analisou o técnico.

Vencer é fundamental para os dois times. O Bahia está há três jogos sem perder, vem de triunfo de 2 a 0 sobre o Paraná, mas, com 34 pontos, está flertando perigosamente com a zona de rebaixamento. Esta também é a realidade do Botafogo, que empatou sem gols com o Ceará no Nordeste na segunda-feira, completando a quinta partida consecutiva sem derrota no Brasileirão. Porém, com 35 pontos, também está próximo da zona de risco.

Botafogo tenta subir na tabela do Brasileirão e fugir do perigo do rebaixamento (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Para atingir seus objetivos, os jogadores alvinegros, porém, evitam traçar uma pontuação salvadora e projetam apenas o próximo compromisso.

“O nosso pensamento está voltado para o confronto com o Bahia, que vai criar muitas dificuldades mesmo jogando no Rio de Janeiro. Não devemos fazer projeções ou contas pois entendemos que a nossa equipe precisa sempre buscar a vitória. Se somarmos o máximo de pontos nas próximas rodadas com certeza não vamos passar por sustos nas rodadas finais e ainda poderemos pegar alguma coisa boa na pontuação final”, disse o zagueiro Igor Rabello.

Os baianos, liderados pelo técnico Enderson Moreira, também estão mais preocupados com o comportamento do time em campo. Na visão deles, assim como pensam os botafoguenses, é preciso vivenciar rodada por rodada.

“O importante é que a gente tenha um plano de jogo e uma ideia clara do que podemos apresentar. O jogo contra o Botafogo vai ser muito complicado. Conhecemos bem o adversário e sabemos que podemos encontrar problemas, mas temos condições de desempenhar um bom papel”, disse Enderson.

Em termos de escalação, o Botafogo terá o retorno do lateral-direito Marcinho, que cumpriu suspensão contra o Ceará e retorna na vaga de Luís Ricardo. Porém, o técnico alvinegro tem problemas. O zagueiro argentino Joel Carli e o volante Matheus Fernandes estão suspensos por acúmulo de cartões amarelos. Marcelo Benevenuto entra na zaga e Jean, recuperado de dores na coxa esquerda, ganha nova oportunidade no meio-de-campo. O atacante Erik deve reaparecer no lugar de Rodrigo Pimpão.

Após cumprirem suspensão contra o Paraná, o lateral-direito Nino Paraíba e o zagueiro Jackson retornam após cumprirem suspensão, respectivamente, nas vagas de Bruno e Lucas Fonseca. A escalação, porém, como tem sido rotina, será mantida em sigilo, uma vez que o treinador vem promovendo rodízio em algumas posições.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X BAHIA

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de outubro de 2018 (Sábado)
Horário: 16h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)

BOTAFOGO: Saulo, Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello e Gilson; Jean, Gustavo Bochecha, Rodrigo Lindoso e Luiz Fernando; Erik e Kieza
Técnico: Zé Ricardo

BAHIA: Douglas, Nino Paraíba, Douglas Grolli, Jackson e Léo; Nilton, Ramires, Vinicius e Edigar Junio; Élber e Gilberto
Técnico: Enderson Moreira