Futebol/Campeonato Brasileiro

Bahia vence e afunda ainda mais o lanterna Paraná Clube

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba , PR
13/10/2018 22:57:12

Em: Bahia, Brasileiro Série A, Futebol, Notícias, Paraná
Casa cheia para receber um jogo tecnicamente fraco (Divulgação/EC Bahia)

Em duelo de dois times ameaçados pela zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com o Estádio Pituaçu lotado, em Salvador, o Bahia venceu o Paraná Clube por 2 a 0 e respirou aliviado. Com o resultado, o time da casa chegou aos 34 pontos, na 12ª colocação. Já a equipe paranista segue na lanterna, em situação crítica, com 17 pontos.

Com o ferrolho armado pelo Tricolor da Vila, o jogo foi tecnicamente fraco e o placar só saiu do zero aos 39 minutos do segundo tempo, em cobrança de falta perfeita de Vinícius. Aos 44 minutos, Vinícius fez mais um para fechar a contagem.

Na próxima rodada, o Bahia vai ao Rio de Janeiro, onde encara o Botafogo, sábado, no Estádio Nilton Santos. Já o Paraná Clube encara o Flamengo, domingo, na Vila Capanema, em Curitiba.

O jogo – O time da casa começou a partida com maior posse de bola e, empurrada pelo torcedor, tentando pressionar. Aos três minutos, lançamento para Zé Rafael, que recebeu com liberdade, mas em impedimento. Contra-ataque paranista, aos nove minutos, Mas Alex Santana errou o último passe. Aos 15 minutos, troca de passes da equipe visitante, até que Alex Santana arrematou em cima de Douglas.

O Tricolor de Aço seguia com maior posse, mas não conseguia penetração na defesa paranista. Aos 16 minutos, Zé Rafael chutou de longe, direto pela linha de fundo. Aos 22 minutos, Léo fez o cruzamento e Ramires apareceu para testar raspando o travessão. Ramires cruzou mais uma, aos 25 minutos, e Richard tirou de soco para aliviar. Com a casa cheia, os jogadores do Bahia pareciam ansiosos.

Élber invadiu a área, aos 35 minutos, e chutou cruzado, pela linha de fundo. O arremate de longe era a principal arma baiana. Aos 35 minutos, foi a vez de Gilberto tentar o tiro, que passou com algum perigo por Richard. Boa jogada de Ramires, aos 43 minutos, cruzando para Zé Rafael pegar de primeira, para fora.

Para a etapa final, os times voltam sem novidades. Aos dois minutos, Bruno cruzou e Zé Rafael cabeceou para ótima defesa de Richard. O Tricolor da Vila armou um verdadeiro ferrolho, estava fechado na defesa. Gregore pegou rebote, aos nove minutos, e chutou de primeira, direto pela linha de fundo.

Outro chute de muito longe, com Flávio, aos 18 minutos, consagrando o goleiro Richard. Cobrança de falta de Gilberto, aos 22 minutos, rasteira, nas mãos do goleiro paranista. Aos 27 minutos, Vinícius cobrou falta na cabeça de Grolli, que não pego de jeito e viu a bola passar por cima da meta. O torcedor baiano estava impaciente na arquibancada e chiava com o time. Mas, aos 39 minutos, Vinícius cobrou falta com perfeição para estufar a rede. Aos 44 minutos, Vinícius, que entrou no segundo tempo, fez mais um para garantir os três pontos.

BAHIA 2 x 0 PARANÁ

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 13 de outubro de 2018, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Cartões amarelos : Zé Rafael (Bahia); Juninho, Andrey e Jhony (Paraná)

Gols
BAHIA: Vinícius, aos 39 minutos e aos 44 minutos do segundo tempo

BAHIA: Douglas; Bruno (Vinícius), Lucas Fonseca, Grolli e Léo; Gregore, Flávio, Ramires e Zé Rafael (Edigar Junio); Élber e Gilberto
Técnico: Enderson Moreira

PARANÁ: Richard; Júnior (Jhony), René Santos, Rayan e Igor; Alex Santana, Leandro Vilela, Deivid (Andrey), Silvinho (Nadson) e Juninho; Rafael Grampola.
Técnico: Claudinei Oliveira