LBF

Basquete/LBF

Patty decide e Vera Cruz Campinas abre 1 a 0 nos playoffs da LBF

São Paulo , SP
27/04/2018 00:06:55

Em: LBF, Mais Esportes, Notícias

Na abertura dos playoffs da LBF CAIXA 2018, o Vera Cruz Campinas deu um passo importante para prosseguir às semifinais. Jogando fora de casa nesta quinta-feira (26), no Ginásio do Baetinha, o líder da 1ª fase derrotou o São Bernardo/Brazolin/Unip por 68 a 59, no primeiro jogo das quartas de final.

E, pela terceira vez na temporada, contou com outra grande atuação da ala Patty, que fez 20 pontos e ainda teve 4 rebotes e 4 assistências. A cestinha do jogo foi Thayná, do time da casa, que fez um grande duplo-duplo de 26 pontos e 13 rebotes.

A tônica do primeiro tempo foi o equilíbrio. Após São Bernardo começar bem, abrindo 6-0 no placar, o Vera Cruz se ajustou e venceu nos primeiros dez minutos por um ponto. Apesar de ficarem atrás durante quase todo o segundo quarto, as são-bernardenses devolveram o placar, comandadas por 10 pontos de Thayná, e levaram o jogo à igualdade para o intervalo.

Patty teve outra atuação de gala no ABC – 20 pontos (Ricardo Cassin)

O jogo seguiu parelho no terceiro quarto e o time da casa chegou a liderar por duas vezes, mas o experiente Vera Cruz Campinas soube neutralizar o ímpeto são-bernardense e venceu por 19×13.

Consciente, a equipe de Vendramini administrou a vantagem e chegou a abrir 15 faltando três minutos. Jeanne colaborou com 8 pontos nos últimos dez minutos e as visitantes fecharam o jogo em 68 a 59.

Com 5 bolas de três convertidas, Patty igualou seu recorde de 2015. Babi também registrou uma nova marca da carreira ao apanhar 14 rebotes.

Ao anotar 20 pontos, Patty manteve sua média contra a equipe do ABC – foi a cestinha nas três vitórias desta temporada.

“Fico feliz pelas atuações contra São Bernardo, acho que meu jogo encaixou bem contra elas e pude ajudar. Mas mérito pra toda a equipe, que soube passar a bola na hora certa e só fiz converter”, disse Patty, que apesar da atuação pessoal, alertou para o jogo da equipe, que não considerou ideal.

Thayná conduziu ataque da casa com grande duplo-duplo (Ricardo Cassin)

“Sabemos que não foi um jogo bom, mas o importante é a vitória. Vamos trabalhar os detalhes para o próximo jogo em casa. Não vai ser fácil, São Bernardo é um time jovem, bastante aguerrido e vai querer a vitória a todo custo. Mas nós vamos com tudo também, e o bacana é que vai ser na nossa casa, com a nossa torcida. Vamos lutar pra conseguir fechar essa série”, completou a ala.

Armadora da casa, Lays também criticou o segundo tempo de sua equipe.

“Faltou mais rotação. Se pararmos no final do jogo, como fizemos, elas vão pra frente. Mas vamos refletir sobre esses erros para não levá-los para o outro jogo”, analisou Lays, que teve boa pontuação apesar do aproveitamento baixo – 19 pontos em 29,7% de conversão.

A série agora vai para Campinas, onde o Vera Cruz terá a chance de fechá-la neste domingo (29, 15 horas), em partida transmitida ao vivo pela TV Gazeta. Caso o São Bernardo/Brazolin/Unip vença o duelo, o terceiro e decisivo jogo será na terça-feira (1/5, 19h30).