Novamente sob pressão, Santos pega o São Bento para seguir vivo no Paulista

Do correspondente Vitor Anjos - Santos,SP

22-03-2017 08:00:10

Após um começo de ano conturbado, as vitórias sobre São Bernardo e The Strongest, respectivamente, pareciam ter dado mais de tranquilidade para o Santos. Porém, a derrota de virada para o Palmeiras, no último domingo, colocou tudo por água abaixo. Além de protestos da torcida e até pichações nos muros da Vila Belmiro, o Peixe segue estacionado nos 13 pontos e fora da zona de classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista. Para seguir vivo no torneio e ainda ganhar um pouco de 'paz' nos próximos dias, o alvinegro viaja até Sorocaba para encarar o São Bento, às 19h30 (de Brasília) desta quarta-feira.

Faltando apenas três rodadas para o término da primeira fase do Estadual, os comandados de Dorival Júnior precisam bater o Bentão e ainda torcer para que Santo André e Palmeiras vençam Ponte Preta e Mirassol, respectivamente. Isso porque Macaca (14) e o Leão (15) estão na frente do Santos no grupo D da competição.

"Temos que torcer por tropeço dos dois (Mirassol e Ponte Preta), mas temos que fazer a nossa parte. O fundamental é entrar nessas últimas três rodadas procurando buscar as vitórias. A gente está na briga e esperamos depender só de nós para a classificação", explicou o volante Renato.

O camisa 8, inclusive, será titular no duelo desta quarta-feira. Isso porque o técnico Dorival Júnior pretende repetir a formação titular que perdeu para o alviverde no último domingo. O comandante acredita que a derrota no clássico não pode apagar a boa apresentação que o Santos fez durante grande parte do duelo. O lateral-direito Victor Ferraz também acha que o Peixe está no caminho certo.

"Estamos reencontrando nosso caminho. Lamentamos não ter vencido o Palmeiras. Mas o importante é que o bom nível de atuação está voltando. Precisamos manter isso. O Santos tem essa tradição de crescer em jogos decisivos. Chegou o momento ideal para isso", ressaltou o camisa 4.

Apesar de querer manter a equipe, Dorival ganhou dois desfalques de última hora para o embate desta quarta. Ricardo Oliveira, poupado, e Jonathan Copete, com uma indisposição estomacal, foram cortados pela comissão técnica e nem viajaram para Sorocaba.

Por fim, goleiro Vanderlei, o zagueiro Cleber e o meia Léo Cittadini seguem se recuperando de lesões e ainda não estão à disposição do comandante santista.

(Foto: Jesus Vicente | EC São Bento)
O experiente atacante Ricardo Bueno é uma das esperanças do São Bento diante do Santos, nesta quarta (Foto: Jesus Vicente | EC São Bento)

São Bento ainda sonha
Nas últimas rodadas do Campeonato Paulista, o São Bento tinha como objetivo apenas se afastar da zona de rebaixamento. Mas com a vitória de 1 a 0 sobre o Audax, no último sábado, em Osasco, a equipe comandada por Paulo Roberto Santos não só fugiu da degola, como reativou o sonho de alcançar a classificação para as quartas de final.

"Se os adversários diretos contra o rebaixamento venceram, nós também tínhamos a capacidade de conseguir a vitória. Foi dessa forma que motivei o elenco para buscarmos os três pontos em Osasco", explicou Paulo Roberto Santos.

Agora, o Bentão chegou aos 10 pontos e é o terceiro colocado do grupo C do Estadual. Apesar do Palmeiras já ter garantido a classificação antecipada, o time de Sorocaba ainda luta pela última vaga com Novorizontino e Santo André.

O Tigre de Novo Horizonte está em segundo, com 13 pontos, enquanto o Ramalhão está empatado com o São Bento, com 10, mas perde no saldo de gols.

FICHA TÉCNICA
SÃO BENTO X SANTOS

Local: Estádio Municipal Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP)
Data: 22 de março de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Eduardo Vequi Marciano

SÃO BENTO: Rodrigo Viana; Lucas Mendes, Pitty, Gabriel Santos e Régis Souza; Fábio Bahia, Itaqui, Renan Mota, Morais e Clébson; Ricardo Bueno.
Técnico: Paulo Roberto Santos

SANTOS: Vladimir; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Bruno Henrique, Vitor Bueno e Kayke (Rodrigão).
Técnico: Dorival Júnior

Deixe seu comentário