Imprensa lista Douglas e Dinamite como piores compras do Barcelona

São Paulo, SP

30-10-2015 12:07:23

A imprensa catalã não se exime de julgamentos quando o assunto é Barcelona. O principal clube da Catalunha é venerado em elogios quando ganha, mas sofre com a chuva de críticas nos tempos instáveis, como neste começo de temporada. Apesar de dividir a liderança do Espanhol com o Real Madrid, as atuações não repetem o aproveitamento da última temporada, e o brasileiro Douglas é um dos que vem pagando o preço.

Contratado do São Paulo há 14 meses, o lateral direito atuou em apenas sete oportunidades. Nesta sexta-feira, o diário Mundo Deportivo elaborou uma lista elencando as 20 piores contratações do Barcelona nos últimos tempos. Em um time que brilharam Rivaldo, Romário, Ronaldinho Gaúcho e hoje Neymar, Douglas e Roberto Dinamite foram os brasileiros lembrados de forma negativa. Um que escapou à lista, mas não à memória, foi Keirrison, atacante que chegou a assinar contrato, mas nunca atuou com a camisa azul-grená.

Comprado por 4 milhões de euros fixos (cerca de R$ 17 mi à cotação atual) e mais 1,5 milhões de euros conforme as metas (mais cerca de R$ 6 mi), Douglas constou como terceira opção para a lateral desde sua contratação em setembro de 2014, atuando em apenas sete oportunidades desde aquela data. O jogador também foi prejudicado pelas quatro lesões que sofreu desde que chegou ao Camp Nou, a mais recente confirmada na última quinta.

Roberto Dinamite passou pelo Barça no fim da década de 70, mas não encantou como no Vasco (Foto:Divulgação)
Roberto Dinamite passou pelo Barça no fim da década de 70, mas não encantou como no Vasco (Foto:Divulgação)

Após ficar parado entre outubro e novembro, logo após sua chegada, Douglas teve nova lesão em janeiro e foi desfalque no Campeonato Espanhol e na reta final da Liga dos Campeões, tanto que seu nome foi um dos poucos a não aparecer na listagem da Uefa dos campeões da Champions. Na pré-temporada de julho, cumprida nos Estados Unidos, Douglas teve nova lesão que o fez parar por dois meses, mesmo período que lhe foi recomendado após trauma no pé direito em jogo pela Copa do Rei.

Já Roberto Dinamite, um dos maiores atacantes da história do Vasco, ao lado de nomes como Romário e Edmundo, tentou carreira no Barcelona no final da década de 1970, após já estar consagrado no futebol carioca. Em 1979, veio ao Barcelona e estreou com dois gols contra o Almería, os únicos gols em nove jogos. Depois de não se adaptar ao futebol europeu, o atacante voltou ao Vasco, clube pelo qual disputou mais de 700 partidas e, anos depois, teve experiência na presidência.

Outros nomes que integram a lista do jornal são o do paraguaio Romerito, que anotou apenas um gol em sua passagem; do espanhol Julen Lopetegui, atual técnico do Porto, e que atuou no Camp Nou em 1994; do goleiro português Vitor Baia, que chegou com status de referência da seleção portuguesa e não encantou; do francês Petit, autor do gol que sacramentou o título francês contra o Brasil no Mundial de 1998 e do goleiro turco Rustu, figura marcante na Copa do Mundo de 2002 por pintar o rosto com tinta antes dos jogos.

 

Deixe seu comentário