Iannone comemora resultado na Holanda após largar no final do grid

São Paulo, SP

29-06-2016 11:31:36

Andrea Iannone se superou no GP da Holanda, no último fim de semana (Foto: MotoGP/Divulgação)
Andrea Iannone se superou no GP da Holanda, no último fim de semana (Foto: MotoGP/Divulgação)

Mesmo sendo um dos pilotos mais rápidos no último final de semana, na Holanda, Andrea Iannone teve de se contentar com a última posição no grid de largada após ser punido por colidir com Jorge Lorenzo na última etapa do Mundial de MotoGP. Mesmo diante de uma série de dificuldades como a forte chuva que pairou sobre o circuito, além da sua punição, o italiano conseguiu terminar a prova em quinto lugar e trazer importantes pontos para a Ducati.

Em duas voltas Iannone já figurava entre os dez primeiros colocados, assumindo a quinta posição na sexta volta. O piloto da Ducati seguia impressionando em Assen até a volta 14, quando foi traído pelo traçado molhado e acabou caindo de sua moto. Por sorte, foi justamente nesta volta que a organização decidiu suspender a prova, o que permitiu ao italiano voltar aos boxes, arrumar sua moto e voltar às pistas após ser anunciado que o GP da Holanda iria retornar.

“Estou satisfeito com as minhas duas largadas. Na primeira, após a volta de abertura, era décimo primeiro e rapidamente consegui pular para a sexta colocação. Talvez, se conseguisse ter uma sequência, poderia até ter brigado pelo pódio”, disse Iannone, que além de largar na última posição, teve de ir para o fundo do grid novamente com a relargada após a bandeira vermelha.

Recomeçando a disputa da sexta fila, Iannone demonstrou perseverança mesmo com o circuito afetado pela chuva e na quarta volta já assumiu a quinta colocação, onde permaneceu até o final da corrida. Com o resultado o italiano chegou aos 52 pontos e segue na oitava colocação do Mundial, seis pontos atrás de Hector Barbera (Avintia), piloto mais bem colocado da Ducati.

“Apesar de tudo penso que foi um fim de semana positivo para nós, porque na pista seca sempre fomos competitivos e tivemos a boa chance de finalizar o fim de semana bem apesar da chuva, que foi um problema para mim porque não tinha muita confiança, além do fato de ter que largar da última posição. Na MotoGP nunca é fácil se recuperar da última posição, mas saio satisfeito com minhas duas largadas”, completou.

Deixe seu comentário