Gazeta Esportiva

Brasil garante vaga em duas finais no Mundial de ginástica artística

São Paulo, SP

03/10/17 | 14:54 - 03/10/17 | 15:54

Arthur Zanetti, que já tem duas medalhas olímpicas no currículo, garantiu vaga na final das argolas no Mundial (Foto: Ricardo Bufolin/CBG)

A Seleção Brasileira de ginástica artística masculina teve um bom desempenho, nesta terça-feira, no Mundial da modalidade, que está sendo disputado em Montreal, no Canadá. Arthur Zanetti, nas argolas, e Caio Souza, no individual geral, asseguraram um lugar na decisão de suas categorias. Arthur Nory, outro atleta do país na disputa, parou nas classificatórias.

Campeão olímpico nas argolas em 2012, Zanetti teve dificuldades para garantir a classificação. Cometendo uma falha ao final da prova, o brasileiro somou 14,700 pontos, conseguiu a última vaga, na oitava colocação, e ainda sonha com sua quarta medalha em Mundiais, tendo conquistado um ouro em 2013 e duas pratas, em 2011 e 2014.


No individual geral, Caio Souza conquistou 81,548 pontos e também carimbou passagem para uma final, a primeira de sua carreira em Mundiais. Reserva nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, o brasileiro foi muito bem nas provas de salto, barras paralelas e argolas.

Por outro lado, Arthur Nory, medalhista de bronze na prova do solo nos Jogos Olímpicos do Rio, não conseguiu se classificar para as finais do solo e da barra fixa, onde chegou à final do Mundial de Glasgow, em 2015.

Nesta quarta-feira, às 20h00 (horário de Brasília), as brasileira Thais Fidelis participa da quinta e última subdivisão da qualificatória feminina. Rebeca Andrade também iria competir na classificatória, mas sofreu uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito e está fora do Mundial de Montreal.

Deixe seu comentário