Atlético-MG faz jogo duro por Clayton e afasta acordo com Santos

Do correspondente Vitor Anjos - Santos,SP

06-01-2017 14:20:31

Mirando vários nomes para a disputa da Copa Libertadores da América deste ano, o Santos tem encontrado dificuldade para 'fechar' o elenco antes do começo da pré-temporada, na próxima quarta-feira, no CT Rei Pelé. Um dos nomes pretendidos pela diretoria, o meia-atacante Clayton, do Atlético-MG, está mais longe de acertar com o Peixe.

No final de 2016, o alvinegro iniciou as conversas com o Galo para tentar a liberação do jogador. A ideia era trazê-lo por empréstimo de um ano, dando uma compensação financeira ao time mineiro, ou então fazer a contratação em definitivo. Inicialmente, o Santos se mostrou disposto a investir 2 milhões de euros (cerca de R$ 7,5 milhões) por Clayton.

A diretoria do Peixe acreditava que o Galo aceitaria o acordo, pois o meia-atacante terminou o ano passado na reserva e a equipe do técnico Roger terá o ataque 'inchado' nesta temporada, com Robinho, Luan, Lucas Pratto, Fred, Cazares e Carlos. Além disso, o clube também está interessado em Marlone, do Corinthians.

Mesmo com tantos jogadores no setor ofensivo, o presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno, bateu o pé em relação a Clayton e não pretende liberá-lo ao Santos. O mandatário afirmou que só aceita conversar caso o Peixe pretenda pagar o mesmo valor que o Galo investiu para tirar o meia-atacante do Figueirense no começo de 2016 (cerca de R$ 13 milhões).

O jogador é um sonho antigo da diretoria santista. Por indicação do técnico Dorival Júnior, o alvinegro já tentou trazer Clayton. Na época, porém não houve acerto financeiro com o Figueirense e o meia-atacante acabou indo para o Galo.

Até o momento, o Santos contratou quatro reforços para esta temporada: o atacante Vladimir Hernández, do Junior Barranquilla, da Colômbia, o lateral-direito Matheus Ribeiro, do Atlético-GO, o zagueiro Cleber, ex-Corinthians e que estava no Hamburgo, da Alemanha, e o volante Leandro Donizete, do Atlético-MG.

Deixe seu comentário