São Paulo interdita clube por 30 dias e cita problemas nos vestiários

São Paulo , SP
04/03/2019 15:47:57 — 04/03/2019 15:50:48

Em: Escolha do editor, Futebol, São Paulo
Sede social do São Paulo foi alagada no último sábado, após fortes chuvas (Foto: Divulgação)

Em nota oficial divulgada nesta segunda-feira, o São Paulo comunicou que a sede social do clube será interditada pelos próximos 30 dias para reparos das instalações danificadas pelas fortes chuvas do último sábado.

“Após o exame dos locais junto das diretorias de Infraestrutura e de Estádio, bem como da Diretoria Geral do Clube Social, decidiu-se pela interdição do complexo social pelos próximos 30 dias, para que se possa prosseguir dentro do cuidado e da intensidade devidos com os trabalhos de higienização, manutenção e reparos que já se iniciaram no último domingo”, diz a nota.

Nesta manhã, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e membros da diretoria executiva visitaram o clube para inspecionar as áreas afetadas pela tempestade. Segundo o comunicado, “já é possível notar um progresso significativo no complexo social, com limpeza das áreas comuns e retiradas de lixo que se acumulou”.

Na área social, a prioridade será a reconstrução do muro da rua Jules Rimet, que cedeu parcialmente com o alagamento. No estádio do Morumbi, os prejuízos maiores se deram nos corredores e nos recém-reformados vestiários, o que motivou a transferência do duelo com a Ferroviária para o Pacaembu, no próximo sábado.

Abaixo, veja a nota na íntegra:

Na manhã desta segunda-feira (4), Presidente e Diretoria Executiva se reuniram no Morumbi para vistoriar as áreas afetadas pelas chuvas do último sábado (2), assim como avaliar os danos e definir ações emergenciais para as próximas semanas, entre o complexo social e o estádio.

Após o exame dos locais junto das diretorias de Infraestrutura e de Estádio, bem como da Diretoria Geral do Clube Social, decidiu-se pela interdição do complexo social pelos próximos 30 dias, para que se possa prosseguir dentro do cuidado e da intensidade devidos com os trabalhos de higienização, manutenção e reparos que já se iniciaram no último domingo. Graças ao esforço incansável de seus colaboradores nas mais diversas frentes, já é possível notar um progresso significativo no complexo social, com limpeza das áreas comuns e retirada de lixo que se acumulou. A prioridade na área social será a reconstrução do muro da rua Jules Rimet, que cedeu parcialmente com o alagamento.

O estádio também sofreu danos significativos com a chuva. A água se acumulou nos corredores e vestiários, o que impede a realização da partida contra a Ferroviária no próximo sábado. O jogo foi transferido para o Pacaembu. Nesta segunda, iniciou-se a retirada de armários e forro do local, que passará por um processo de limpeza e higienização nos próximos dias.

O São Paulo aproveita mais uma vez a oportunidade para agradecer aos diversos colaboradores e voluntários que, dentro ou não de suas atribuições, têm auxiliado o clube neste momento difícil. A união vista no Morumbi desde domingo nos inspira a vencer esse desafio.




×
Quer receber notícias do São Paulo?