São Paulo goleia Católica e confirma ida às quartas de final da Sul-Americana

Marcelo Baseggio - São Paulo,SP

07/07/22 | 23:26

O São Paulo está nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Nesta quinta-feira, o time comandado por Rogério Ceni recebeu a Universidad Católica, no Morumbi, pelo jogo de volta das oitavas de final da competição, e goleou novamente o rival chileno, desta vez por 4 a 1, gols de Luciano, Eder, de pênalti, Moreira e Rodriguinho, que disputou sua primeira partida como profissional. Fuenzalida descontou para os visitantes.

Após o triunfo por 4 a 2 no jogo de ida, o São Paulo ficou em uma situação bastante confortável no confronto com os chilenos. E, mesmo não podendo contar com nomes importantes nesta quinta-feira, como Calleri, Rodrigo Nestor e Igor Vinícius, expulsos em Santiago, os donos da casa confirmaram a vaga com uma atuação convincente.

O adversário tricolor nas quartas de final da Copa Sul-Americana, que acontecem no início de agosto, será o Ceará, que bateu o Strongest, da Bolívia, nesta quinta-feira por 3 a 0, após ter vencido também o jogo de ida, por 2 a 1.


O jogo

O primeiro tempo foi bastante tranquilo para o São Paulo, mas foi a Universidad Católica quem chegou com perigo pela primeira vez no jogo. Logo aos seis minutos, Valencia recebeu cara a cara com Jandrei e tocou no cantinho, mas mandou para fora, desperdiçando uma grande oportunidade. Daí em diante, porém, só deu Tricolor.

O time comandado por Rogério Ceni não demorou para mostrar sua superioridade após o susto inicial. Primeiro, em chute de Luciano, que acabou indo no meio do gol. Depois, Patrick deu chute venenoso, balançando as redes pelo lado de fora e enganando parte da torcida, que chegou a gritar “gol”.

Aos 11 minutos, não teve jeito. Patrick recebeu na linha de fundo e cruzou rasteiro, para trás, encontrando Luciano na entrada da área. O camisa 11 do São Paulo bateu de primeira, contou com o desvio na defesa da Católica e viu a bola morrer no fundo das redes, abrindo o placar no Morumbi.

Em vantagem, o São Paulo não se acomodou e seguiu dominando o jogo. Aos 22, Welington chegou pela esquerda e cruzou rasteiro, mas a bola passou por todo mundo dentro da área. Dez minutos depois, Patrick cortou o zagueiro de letra e bateu no cantinho, mas o goleiro dez uma grande defesa para evitar o golaço do Pantera. Luciano também teve uma chance, chapando de primeira, mas a bola passou a centímetros da trave.

Fato é que o Tricolor deu um jeito de ir para o intervalo com uma vantagem maior. Antes de o juiz apitar o fim do primeiro tempo, a bola bateu no braço de Valencia em cobrança de escanteio, e, após revisão do VAR, o pênalti foi assinalado a favor do São Paulo. Eder foi para a cobrança e não desperdiçou, marcando seu primeiro gol na Copa Sul-Americana.

Segundo tempo

O São Paulo voltou para o segundo tempo com duas alterações: Miranda e Igor Gomes saíram de campo para as entradas de Moreira e Talles Costa. Com isso, Rafinha passou a exercer a função de zagueiro pela direita, com Diego Costa mais centralizado.

Tentando correr atrás do prejuízo, a Católica abusou das bolas alçadas na área, obrigando Jandrei a intervir. Só que a eficiência estava do lado do São Paulo, e na primeira vez que os donos da casa optaram pelo cruzamento, chegaram ao gol. Patrick foi à linha de fundo e levantou a bola na área, achando Moreira no segundo pau, que bateu de primeira, sem chances para o goleiro Pérez.

Daí em diante o São Paulo não teve mais qualquer tipo de preocupação em relação a sua presença nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Mais leves, os donos da casa transformaram a elástica vitória em goleada com Rodriguinho, que fazia sua estreia como profissional. O garoto bateu forte de fora da área , no cantinho, para marcar o quarto gol do Tricolor e fechar os trabalhos no Morumbi. Fuenzalida, pouco antes do apito final, ainda marcou o gol de honra da Universidad Católica, mas a partida já estava decidida.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 4 X 1 UNIVERSIDAD CATÓLICA-CHI

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 7 de julho de 2022, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Alexis Herrera (Fifa-Venezuela)
Assistentes: Carlos López e Lubin Torrealba (ambos Fifa-Venezuela)
VAR: John Perdomo (Fifa-Colômbia)

Público: 47.097 torcedores
Renda: R$ 2.233.298,00

Gols: Luciano, aos 11 do 1ºT, Eder aos 49 do 1ºT , Moreira, aos 13 do 2ºT, Rodriguinho, aos 33 do 2ºT (São Paulo); Fuenzalida, aos 43 do 2ºT (Universidad Católica)
Cartões amarelos: Eder (São Paulo); Zampedri (Universidad Católica)

SÃO PAULO: Jandrei; Diego Costa, Miranda (Moreira) e Léo; Rafinha (Rodriguinho), Gabriel Neves, Igor Gomes (Talles), Patrick (Luizão) e Reinaldo (Wellington); Eder (Rigoni) e Luciano.
Técnico: Rogério Ceni

UNIVERSIDAD CATÓLICA (CHI): Pérez; Cuevas (González) (Fuenzalida), Asta-Buruaga, Ampuero e Parot (Paz); Saavedra, Núñez, Orellana (Gutiérrez); Zampedri, Tapia (Astudillo) e Valencia.
Técnico: Ariel Holan

Deixe seu comentário