FPF tinha Morumbi como “plano A” para final da Copinha; saiba por que não aconteceu

Marcelo Baseggio - São Paulo,SP

24-01-2022 12:57:19

A Federação Paulista de Futebol tinha o Morumbi como “plano A” para a final da Copinha. A entidade responsável pelo torneio via o estádio são-paulino como palco perfeito para a disputa da decisão, uma vez que representaria um campo neutro no duelo entre Palmeiras e Santos, espaçoso e mais seguro.

Tradicionalmente a final da Copa São Paulo de Futebol Júnior acontece no dia do aniversário da capital paulista, 25 de janeiro, no estádio do Pacaembu. Mas, como o local está em reforma após concessão à iniciativa privada, neste ano o palco da decisão terá de acontecer em outra praça.

O São Paulo negou a cessão de seu estádio à Federação Paulista de Futebol pelo fato de o gramado estar em fase final de preparação para a estreia do time profissional jogando em casa em 2022. O Tricolor começa o Paulistão atuando fora, contra o Guarani, na próxima quinta-feira, mas receberá o Ituano no domingo, no Morumbi.

Caso aceitasse a proposta da FPF, o São Paulo teria de acelerar o trabalho feito no campo ou lidar com um prazo maior para a conclusão do mesmo.

Mas, de acordo com fontes ouvidas pela reportagem, o Tricolor aceitaria adiantar o processo de preparação de seu gramado caso o time sub-20 tivesse eliminado o Palmeiras em Barueri. Como seria dono da melhor campanha, o Tricolor de Alex contaria com a presença de sua torcida, em sua própria casa, o que poderia fazer uma enorme diferença na busca pelo pentacampeonato da Copinha.

Com a negativa do São Paulo pelo uso do Morumbi, a Federação Paulista de Futebol anunciou na noite do último domingo que a final da Copinha será disputada no Allianz Parque, casa do Palmeiras, dono da melhor campanha do torneio. O Santos, entretanto, protesta contra a decisão, entendendo que o rival jogará em vantagem.

Deixe seu comentário