Futebol

Zanardi vive expectativa de trabalhar com Sampaoli e sonha com profissional do Santos

Luca Castilho* - São Paulo , SP
21/02/2019 09:00:43

Em: Bastidores, Copa São Paulo de Juniores, Futebol, Notícias, Santos
Zanardi comandou a base do Corinthians por seis anos (Foto: Divulgação/Corinthians)

Grande destaque da última Copa São Paulo de Futebol Júnior, quando comandou o Guarani até as semifinais do torneio, Márcio Zanardi é o novo treinador do Santos sub-20. O técnico de 40 anos, que também coleciona uma passagem de seis anos pelo rival Corinthians e outra pela Portuguesa, ambos na base, chega como grande aposta para resgatar a fase vitoriosa da equipe.

Empolgado com a ideia de conviver com Jorge Sampaoli, técnico do profissional do Alvinegro Praiano, Zanardi quer aproveitar ao máximo a experiência.

“É sempre muito válido. A gente se engrandece muito com a oportunidade de trabalhar e conhecer o Sampaoli, o método dele, sua filosofia. Enaltece muito. A gente precisa tirar tudo de bom de um treinador de Copa do Mundo e com o currículo dele. Colocar sempre à disposição o sub-20 e a categoria de base”, disse, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

O novo técnico do sub-20 chega em um processo de restruturação na base do Peixe. Após cair na fase de grupos da Copinha, o clube promoveu uma série de mudanças. O treinador Emerson Ballio, que dirigiu a equipe na competição, após a demissão de Leandro Mehlich, está de volta ao comando do sub-15.

Zanardi irá conviver com Sampaoli no Santos (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Com a vasta experiência adquirida como treinador na base, Márcio Zanardi já planeja os próximos passos da carreira. Apesar da expectativa em comandar o sub-20 do Santos, o comandante tem sonhos mais altos no clube paulista.

“A gente sempre almeja um salto maior, se prepara bastante, mas agora estou aqui no sub-20 Santos. Quero escrever uma bela história, ficar o quanto eu puder ficar. É um clube que é para poucos. Vou fazer meu trabalho no sub-20 e quem sabe algum dia viro um auxiliar no profissional, e depois treinador. Seria maravilhoso, mas tudo no seu tempo”, concluiu Zanardi.

*Especial para a Gazeta Esportiva




×
Quer receber notícias do Santos?