Zeca tem pequena vitória na Justiça, mas segue 'preso' ao Santos

Correspondente Vitor Anjos - Santos,SP

01-12-2017 18:26:31

O lateral-esquerdo Zeca teve um pequeno triunfo na Justiça nesta sexta-feira. Após ter a quarta liminar negada na última quinta, onde pedia a rescisão contratual com o Santos alegando falta de segurança e atrasos no pagamento de FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), o jovem de 23 anos entrou com um habeas corpus no Tribunal Superior do Trabalho de Brasília solicitando o direito para trabalhar onde quiser.

Como a constituição prevê que uma pessoa pode exercer sua profissão onde bem entender, Zeca teve o pedido aceito e está livre para acertar com qualquer clube.

No habeas corpus, Zeca pede apenas o direito de trabalhar, não alegando que o alvinegro tem pendências salariais. Sendo assim, se o atleta acertar com algum clube, o Santos terá o direito de entrar na Justiça cobrando o pagamento da multa de 50 milhões de euros (R$ 190 milhões) de quem contratá-lo.

Além disso, o Departamento Jurídico do Peixe vai entrar com um recurso na próxima segunda-feira. Um acordo entre as partes ainda não é negociado. A audiência sobre o caso está marcada para abril de 2018.

O lateral-esquerdo não aparece para treinar no clube desde o dia 26 de outubro. A rescisão de contrato dele com o Santos já foi publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Corinthians, Palmeiras e São Paulo estão de olho na situação de Zeca. Porém, como o lateral segue 'preso' ao Santos, dificilmente o trio tentará contratá-lo nos próximos dias.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?