Cuca confirma saída do Santos e abre portas para Abel Braga

Lucas Musetti Perazolli - Santos , SP
23/11/2018 18:31:51

Em: Escolha do editor, Futebol, Notícias, Santos
Cuca se despede do Santos (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Cuca confirmou a saída do Santos na tarde desta sexta-feira, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé. O técnico comandará o Peixe contra Botafogo e Sport antes de parar por conta de necessidade de intervenção cirúrgica no coração.

Ao lado do presidente José Carlos Peres, Cuca explicou suas motivações e agradeceu pelo período no Alvinegro.

“Depois do jogo contra o Botafogo, um colega me perguntou se eu tinha um problema de saúde, me pegaram de surpresa, eu falei, falaram muitas coisas. Venho explicar um pouco do que acontecer para o pessoal que gosta de mim. Não tive um problema de coração, tive dois. Um na artéria principal e outro na secundária. Meu cardiologista pediu exame mais avançado e cateterismo e de que forma combater os dois problemas. São coisas naturais, infelizmente, para esse stress e a hereditariedade. Faço um pit stop para revisar o motor e depois volto para a corrida. A prioridade é melhorar para exercer a função novamente. Pude ver antes de ter problema maior graças à tomografia em Belo Horizonte. Dirijo o Santos contra Galo e Sport e depois penso na minha saúde. Não vou poder permanecer, infelizmente. Deixo caminho aberto para o Santos ganhar tempo e termos ano melhor em 2019. Fizemos o que era para fazer, fugimos do rebaixamento, arrancamos e depois tivemos uma caída. Jogadores fizeram o máximo que podiam. Perdas foram cruciais. Agradeço pela confiança e desejo sorte ao presidente no planejamento e na nova comissão técnica”, disse Cuca.

“Primeiro objetivo era fugir do Z4, mas arrancada foi boa e patamar mudou. De sair da zona para pensar em Libertadores. Objetivo um passou a ser dois. Coincidiu a subida com os três jogadores de seleção muito bons. Tem DATA FIFA, fomos obrigados a ceder, isso aborrece bastante, os zagueiros que perdemos… Time sentiu. Não brigamos nunca”, afirmou o presidente, antes de ser interrompido por Cuca.

“Discutimos, né? (risos)”.

Peres continuou: “Errei mais que ele. Jogamos como time, como família. Família nem todo mundo pensa igual. Cuca é generoso, ajuda as pessoas, a conversa com os jogadores. A preleção dele é uma lição. Vai para o jogo e acontece com o que ele fala. Agradeço de coração, você faz parte da minha família. Vai nos ajudar com reforços e na participação por novos reforços”, emendou o presidente.

Como antecipou a Gazeta Esportiva, o preferido do Santos é Abel Braga. A preocupação, porém, é com o alto salário e a concorrência. Cuca abriu as portas para o colega.

“Venha, pode vir, fará trabalho bom. Terra é muito boa para trabalhar. Montagem tem que passar pelo treinador para ter os gostos dele. Hora de trabalhar é agora”, concluiu.




×
Quer receber notícias do Santos?