Modric fala de amizade com CR7 e garante que nunca jogará com Messi

São Paulo, SP

16-10-2018 10:04:36

O croata Modric venceu o prêmio de melhor do mundo de 2018 concedido pela Fifa (Foto: Ben Stansall/AFP)Luka Modric quebrou a hegemonia Messi-Cristiano Ronaldo no prêmio de melhor do mundo concedido pela Fifa anualmente. Também cotado para levar a Bola de Ouro, o croata deu uma entrevista exclusiva para a revista que concede o prêmio, a France Football, e falou sobre CR7, seu ex-companheiro de Real Madrid, e se algum dia jogaria com Messi, argentino que atua pelo Barcelona.

"Passamos seis anos maravilhosos no Real Madrid (ele e Cristiano Ronaldo). Construímos uma amizade e um respeito mútuo. Agora ele foi embora, mas mantemos contato, trocamos mensagens. Embora alguns digam que não é assim, mas posso dizer que seguimos mantendo contato", disse o meia sobre o amigo português.

Cristiano Ronaldo saiu do Real Madrid após nove anos e mudou-se para a Itália, onde atualmente defende a Juventus. Pelos blancos, a dupla conquistou três Mundiais de Clubes, quatro Ligas dos Campeões, três Supercopas da Uefa, um Campeonato Espanhol, uma Copa do Rei e duas Supercopas da Espanha.

Já sobre o "rival" Messi, Modric brincou, mas cravou: não jogará com ele. "Jogo contra ele, não com ele (risos). Evidentemente, Messi é um dos melhores jogadores da história, mas nunca jogarei com ele", garantiu.

Confira outros trechos da entrevista:

Sobre os jogadores com quem gostaria de jogar

"Primeiro com Boban, meu ídolo de seleção. Depois, com Zidane. Tive a sorte de tê-lo como treinador e com quem vivemos um dos momentos mais lindos da história do Real Madrid. As vezes, Zidane jogava com a gente e era impressionante ver sua elegância. Teria sido incrível ser seu companheiro de equipe. O terceiro é Ronaldo".

O futebol na guerra

"Uma das melhores maneiras de escapar da guerra era jogando futebol. Eu encontrei meus amigos jogando bola. Pouco a pouco, fui aprendendo de forma mais estruturada no Centro de Formação de Zadar (cidade croata). Creio que quis ser jogador de futebol desde criança. O futebol é o meu primeiro amor. Sempre sonhei com as glórias, mas o meu primeiro desejo era jogar um dia pela seleção croata".

Candidatos à Bola de Ouro

"Para mim, Varane, Griezmann, Mbappé, Cristiano e Messi".

Suas impressões sobre Mbappé

"Mbappé é um talento extraordinário, uma maravilhosa promessa para o futuro que já está em grandíssimo nível. Lembro que Subasic, meu companheiro de seleção, disse uma vez: 'Tem um jogador no Monaco que será um dos melhores do mundo'. Já me falava dele quando não era conhecido".

Deixe seu comentário