Copa do Brasil

Ponte Preta perde para a Aparecidense e cai na Copa do Brasil

São Paulo , SP
03/04/2019 21:10:03 — 03/04/2019 21:14:40

Em: Copa do Brasil, Futebol, Ponte Preta

Depois de muita polêmica do primeiro encontro entre Aparecidense e Ponte Preta, os times voltaram a se enfrentar após 50 dias. A partida acabou sendo anulada e remarcada, em função de um gol da Macaca que foi anulado graças à interferência externa. Dentro de campo, no estádio Anníbal Batista de Toledo, vitória justa e incontestável por 2 a 0 do Camaleão e classificação garantida para a segunda fase da Copa do Brasil.

A Macaca apresentou um péssimo futebol, não conseguia trocar sequer três passes seguidos e foi dominada em praticamente todo o confronto. A Aparecidense, por sua vez, se aproveitou dos erros e foi muito feliz, especialmente no segundo tempo, em que criou muitas chances, fez dois gols e envolveu o adversário.

No domingo, a Ponte volta a campo para jogar a semifinal do Troféu do Interior do Campeonato Paulista. A equipe enfrentará o Oeste, às 19h00 (horário de Brasília), no Moisés Lucarelli, em Campinas. A Aparecidense enfrentará o Bragantino-PA na segunda fase do torneio nacional.

Aparecidense despachou a Ponte Preta da Copa do Brasil (Foto: Reprodução/TV)

O jogo – Tomando a iniciativa da partida, a Ponte Preta abriu o placar logo aos cinco minutos com Edson. Porém, o gol acabou sendo anulado. O juiz viu uma falta no lance antes mesmo da bola balançar as redes.

A Aparecidense pouco chegava. A primeira boa chance foi apenas aos 31 minutos. Após boa troca de passes, Aleilson tentou tirar do goleiro, mas a zaga afastou bem na hora H. Contudo, em um primeiro tempo com pouco futebol, mas muita discussão e tensão entre os jogadores, o placar não se movimentou.

Na etapa complementar, a equipe da casa se mandou com tudo para o ataque. Aos seis minutos, o lateral-esquerdo Mário Sergio mandou uma bomba, que passou perto. Na sequência, o time mandante abriu o placar com Alex Henrique de cabeça, depois de assistência de Moisés.

Quem seguia mandando no duelo era a Aparecidense. Aos 16, Washington acertou a trave em cobrança de falta venenosa. Em outra boa chance na bola parada, Filipe cabeceou com perigo, rente à trave.

Para quem precisava de pelo menos um empate, a Macaca pouco chegava. Mas aos 24, por pouco não conseguiu a igualdade com Hugo Cabral, que bateu cruzado, mas a bola passou muito longe do gol.

O Camaleão muito melhor conseguiu o segundo gol. Washington recebeu, levantou a cabeça e mandou um canudo de fora da área, ampliando o placar e decretando a eliminação da Ponte Preta.