Nathan supera morte de primo no Flamengo e defende a Ponte nos 90 minutos

São Paulo, SP

09-02-2019 21:53:37

A Ponte Preta venceu o São Paulo nesse sábado, em Campinas, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Um dos heróis do triunfo da Macaca foi Nathan, volante que ficou em campo do início ao fim, mesmo após tomar ciência de que seu primo, o zagueiro Pablo Henrique, foi uma das vítimas da tragédia que afetou o CT do Flamengo na manhã de sexta-feira.

“Olha, um momento difícil, porque eu estava vindo para o treinamento quando recebi a notícia. Não dava para acreditar naquele momento, fiquei muito abalado. Minha família me deu total suporte para eu permanecer aqui, os companheiros também, a comissão... Tive de ser muito forte, frio, nessa perda de um grande primo”, disse o jogador, ao Sportv.

Nathan foi para Minas Gerais assim que terminou o jogo contra o São Paulo (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

A entrevista foi concedida já na porta do vestiário do estádio Moisés Lucarelli. Dali, Nathan já tinha viagem marcada para o interior de Minas Gerais, local do enterro de seu primo.

“Ele estava em busca de seu sonho para dar um conforto para a família dele, para alcançar o objetivo dele. Momento muito delicado para nossa família, estou indo para lá para dar suporte para a nossa família, um dos momentos mais difíceis, só a gente sabe o que a gente passa”, continuou.


Pablo Henrique tentava seguir a carreira percorrida tanto por Nathan, quanto por Werley, irmão de Nathan, atualmente no Vasco da Gama.

“Tem meu irmão mais velho, que já passou por todos momentos assim, dentro de concentração, dentro de hotel. Eu estou vivendo isso, meu primo também queria viver isso, ficar na concentração, longe dos pais, da família, mas, vida que segue. Agora é dar total suporte para os pais dele, os irmãos dele. É um momento muito delicado”, concluiu o jogador da Macaca, bastante emocionado.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

 

Deixe seu comentário