Futebol/Bastidores

Tuchel dá prazo de uma semana para novidades sobre a lesão de Neymar

São Paulo , SP
26/01/2019 16:31:14

Em: Bastidores, Futebol, Futebol Francês, Futebol Internacional, Notícias, Paris Saint Germain
Thomas Tuchel se mostrou triste com a lesão de Neymar (Foto: FRANCK FIFE / AFP)

O treinador do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel, preferiu não dar maiores detalhes sobre a lesão de Neymar no quinto metatarso do pé direito. Em entrevista coletiva neste sábado, o comandante do clube parisiense se limitou a dar o prazo de uma semana para novidades sobre a contusão do atacante brasileiro.

“O clube comunicou a lesão e não posso dizer mais nada sobre isso. Ele começou o tratamento essa semana e o tempo depende da evolução dele. Ainda é muito cedo para dizer o que vai ser feito. Tudo é possível. Acredito que na próxima semana a gente possa detalhar mais”, disse o alemão.

Tuchel, porém, revelou que tanto ele quanto Neymar estão chateados com a contusão. “Estamos tristes. Neymar está triste e eu também. É horrível. Assim como com Marco (Verratti, meio-campista que também está machucado). Eles são jogadores extraordinários”, analisou.

Veja também: 

Pai lembra lesões para rebater críticas a Neymar: “Ter talento não pode?”

PSG quer tirar Coutinho do Barcelona para “dar o troco”, diz jornal

O único pronunciamento do Paris Saint-Germain até o momento veio por meio de uma nota, emitida horas depois do brasileiro deixar a vitória do clube parisiense diante do Strasbourg pela Copa da França, na quarta-feira, e ir direto para o hospital realizar exames de imagem.

De acordo com o PSG, houve uma “reativação dolorosa da lesão no quinto metatarso do pé direito” e “nenhuma intervenção terapêutica está descartada”, deixando em aberto a possibilidade de uma nova cirurgia. O clube ainda ressaltou a necessidade de esperar alguns dias para saber a evolução do atleta e, a partir disso, traçar um diagnóstico concreto.

Assim, a preocupação do time de Thomas Tuchel em não contar com o jogador para a partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, no dia 12 de fevereiro, contra o Manchester United, tem crescido cada vez mais.